Uncategorized

Loira revoltada saca revólver e causa pânico em Agência da Previdência Social

Luiz Henrique de Oliveira e Geovane Barreiro da Banda B

Uma situação inusitada assustou os usuários da Agência da Previdência Social de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, na tarde desta quarta-feira (27). De acordo com testemunhas, uma mulher loira, alta, tatuada, vestida com botas e jaqueta preta, cansou da demora no atendimento a um senhor que a acompanhava e sacou um revólver calibre 38, causando pânico no local.

A mulher, ainda não identificada, foi presa logo em seguida pelos Guardas Municipais de São José dos Pinhais. “Por volta das 15h começamos a receber várias reclamações, quase 20, todas vindo desta Agência na rua Voluntários da Pátria. Ela ficou revoltada, mostrou a arma para os dois vigilantes e obrigou que seu acompanhante fosse atendido. Depois que ela saiu, tivemos informações sobre suas características e conseguimos efetuar a prisão dela, duas quadras da Agência, numa loja”, descreveu à Banda B, o Guarda Municipal Wagner.

Ainda de acordo com Wagner, o senhor que a acompanhava já não estava mais com ela. “Prendemos só esta moça que colocou em risco a integridade de todos. Apreendemos o revólver e como o caso aconteceu numa Agência Federal, as investigações ficam a cargo da Polícia Federal”, ponderou.

Falando pouco aos guardas, a mulher se resumiu a dizer que fez aquilo devido à demora no atendimento, que a revoltou.

15 Comentários

  1. É só assim para se conseguir um bom atendimento no serviço público: na bala!!! Pagamos caro demais pelo retorno que o governo nos dá, seja ele federal, estadual ou municipal…

  2. Se a moda pega, em Londrina um usuário quebrou as instalações do HU, pela demora no atendimento, não foi a mprimeira vez, nem será a última, mas logo não vamos mais ter postos de atendimento. Enquanto isso…. A dilma ofereceu todo tratamento de cancer ao HUGO CHAVEZ e nós mortais brasileirtos, saúde nada?

  3. Eu sei que o atendimento no INSS não é lá aquelas coisas, mas apelar para as armas para ser atendido, já é um exagero. Cana na moça, e aproveitem e já fiquem com a arma da desequilibrada. Tony

  4. sta será a forma mais adequada de conseguirmos a prestação dos serviços publicos pelos quais pagamos muito caro. Nas repartições publicas existe um aviso de que você poderá ser processado se tratar mal os funcionários. E a recíproca não é verdaceira?

  5. Todos os órgãos públicos são uma vergonha, na mair parte trabalham com senha o cidadão chega cedo e não consegue atendimento. Por isto to quase achando que o governo não tem capacidade para administrar onde só colocam gente safada e nada resolvem, acabar com este negocio de concurso publico passar para empresários competentes não comprido toma de volta.

  6. Exagero é o tamanho da nossa carga tributária;
    exagero é o número de vereadores nas câmaras municipais, bando de sanguessugas que só servem para expoliar os cofres públicos;
    exagero é pagar milhões para construir arenas, enquanto nosso povo não tem remédio nas filas do SUS;
    exagero é assistir semanalmente escândalos políticos no noticiário e não fazermos nada…
    Chegamos nessa situação lamentável porque somos o povo mais alienado e conivente do planeta, assistimos tudo e continuamos atônitos, sem fazer nada de efetivo!
    Parabéns moça tatuada, é uma pena que tão poucos brasileiros tem a mesma coragem que você!

  7. Por esse Tonys da vida é que esse país está essa droga. Parabéns à loira, afinal a moda deve pegar e pegar bravo, porque chega de covardia, esse Brasil é o páis dos submissos, de covardes, povo que briga nas ruas por futebol mas quando seus direitos são desrespeitados (todo dia) agem como os Tonys, com medo. INSS não é lá essas coisas, com certeza vc não os utiliza. Vá lá pra fila às 05:00 da madruga e à 08:00 quando chegar a sua vez eles não te atendem, e ai? Chama a loira seu mané!

  8. “Apoio a Loira”.
    eu tambem tive vontade de fazer o mesmo com as atendente do INSS da rua XV com João Negrao. Funcionarias que já perderao a vontade de viver, imagine a vontade de trabalhar.

  9. Só quem precisa de atendimento do INSS, sabe avaliar…
    São funcionários públicos, não precisa dizer mais nada.

  10. acho que só não fiz isso em algumas ocasiões pq na minha bolsa não tinha arma… mais que dá vontade, ah dá!

Comente