Uncategorized

Procuradoria diz que pedido de afastamento de Derosso é ilegal

Por Marcela Mendes, da CBN Curitiba

O pedido foi protocolado pela vereadora Renata Bueno, do PPS, para que o presidente deixe o cargo por 90 dias enquanto durarem as investigações envolvendo o nome dele. João Cláudio Derosso é suspeito de ter favorecido a própria mulher com um contrato firmado entre a Câmara de Vereadores e a agência de publicidade dela. A Procuradoria da Casa alega que a vereadora se baseou em uma lei antiga para fazer o pedido.

8 Comentários

  1. Se esse cara tivesse um pingo de vergonha na cara, se afastava sem ter que ninguém pedir. Larga o OSSO, DEROSSO!!!

  2. O Derosso tem de explicar pra onde foram os 30 milhões. Os demais Vereadores tem de explicar por que aprovaram esse absurdo de verba no orçamento da câmara,….Derosso dividiu? Com quem? Ou o imbróglio seria todo por que não houve ou foi injusta a divisão? Queremos saber. Ass.:Um indignado eleitor.

  3. Viu no que deu vereadora, baseou o seu pedido em uma lei antiga, então não vale. E até ficou feio para você, porque você é advogada, ou não é mais? Mas estou a seu favor, por favor baseie agora o novo pedido em uma lei que não seja antiga. Porque o DerOsso precisa largar o osso. Tony

  4. Mais uma vez, o Ministério Publico vai ter que intervir, nessa Pizzaria Curitibana. Belo exemplo.

  5. Ilegal?
    O que não parece ser legal são as denúncias feitas ao Vereador, por que ele não se licencia por 90 dias e mostra que agiu corretamente.
    Tenho certeza que caso as denúncias sejam improcedentes, ele poderá voltar com ainda mais força a Presidência da Câmara de Vereadores de Curitiba.

  6. Larga o Osso, porque o mignon já era, ficou para a esposinha! Gataço da CMC. Cana pra voce!

Comente