Uncategorized

Câmara vota proposta para limitar velocidade dos ônibus

O projeto que estabelece o limite de 40 quilômetros por hora para os veículos articulados e biarticulados nas vias do anel central será votado na próxima segunda-feira (8).

A proposta do limite de velocidade é do vereador Tito Zeglin (PDT), que justifica que o objetivo é atenuar o grande número de acidentes, inclusive fatais, que envolvem estes equipamentos de transporte urbano. “Apesar de possuir pista de trajeto exclusivo, serem de fácil identificação e respeitarem diversas orientações de ultrapassagem, o número de vítimas de atropelamentos por estes veículos continua aumentando, cabendo uma discussão sobre o assunto”, justificou o parlamentar.

12 Comentários

  1. Já existe lei que limita a velocidade nas linhas públicas, mas ninguém respeita. Nem o pedestre que atravessa fora da faixa de segurança, nem os motoristas que aceleram como se fossem donos das ruas.

  2. Murilo Álvaro Viezzer Responder

    Poderiam inventar uma lei, para aumentar o nível de concentração das pessoas…O pedestre que fica com a cabeça no Mundo da Lua, é quem toma a pior em um trânsito tão intenso como o de Curitiba…

  3. Aristoletes Italia Responder

    Mais inteligente que essa lei só aquela que proibe celular no interior dos bancos.

  4. Osiris Duarte de Curityba Responder

    ESTE NEGÓCIO DE VELOCIDADE DOS ÔNIBUS, NÃO TEM NADA A VER COM A LEGISLAÇÃO. ALGUÉM AINDA NÃO SABE QUE A VELOCIDADE DOS ÔNIBUS ESTÁ DIRETAMENTE LIGADA AO HORÁRIO QUE OS COITADOS DOS MOTORISTAS TÊM QUE CUMPRIR, PARA NÃO SEREM PENALIZADOS ???

  5. Claro que o trânsito exige a atenção de todos. Inclusive do pedestre. Ocorre que nos últimos meses é evidente o aumento de acidentes envolvendo ônibus. Quem circula diariamente pelo centro da cidade percebe que os motoristas destes veículos não respeitam nada nem ninguém. É comum ver estes ônibus acima do limite de velocidade da via. Quem acompanhou a última greve dos motoristas sabe que a flexibilização das multas era um item da pauta de reivindicação. Por que? Com certeza não era para garantir a “segurança” nas vias.

  6. sempre vai existir essa classe equina q acha q carro tem a preferência no trânsito, boa proposta!

  7. O nobre vereador nao anda de onibus mesmo, ao invés de acabrem os cruzamentos mortais, construindo viadutos ou alguma coisa so genero preferem propor a diminução da velocidade, logo teremos que sair casa às 5 hrs da manhã para chegarmos as 7 no trabalho.

  8. Não suporta velocidade, no trânsito atual, porque 40 em rápidas ou canaletas quase parado.o trânsito ira estressar mais ainda. Já somos pegos por radares com limite de 60 , imagine 40 km. Não justifica…..horrível este projeto.

  9. E o vereador já falou com o pessoal da Urbs para alterar a tabela de horário dos ônibus? Querem que os motoristas façam milagre? Aí o coitado não faz o horário e é multado, o vereador vai pagar estas multas? Deixem de ser hipócritas, e vejam a realidade como ela é, e não como vocês pensam que é. Tony

  10. Até que enfim estou lendo algo que preste partindo do legislativo. Paranbéns pela iniciativa, vamos torcer que a Lei seja aprovada e principalmente que vingue.

Comente