Uncategorized

Assassinatos: outra herança de Requião

Um paranaense tem três vezes mais chances de morrer assassinado que um paulista. Esse dado estarrecedor é mais um item da pesada herança maldita deixada pelos oito anos de governo de Roberto Requião. Um período em que se combatia a violência com discursos e bravatas e se descuidava de investimentos, tecnologia, contingente policial e equipamentos.

O resultado dessa “estratégia” é que o número de homicídios explodiu no Paraná enquanto refluíam em São Paulo para patamares quase civilizados. No Paraná o numero de assassinatos por 100 mil habitantes é de 27, em São Paulo a taxa de homicídios é de 9,6 por 100 mil.

Atualmente, segundo levantamento produzido pela Gazeta do Povo, o orçamento da segurança pública de São Paulo é 11,9 bilhões, sendo que R$ 2 bilhões para investimentos. No Paraná, o orçamento herdado de Requião pelo atual governo é R$ 1,9 bilhão, sendo R$ 80 milhões para investimentos.

6 Comentários

  1. Estamos aguardando o prometido anúncio de medidas concretas para a reconstrução da estrutura policial do Paraná.

  2. Josué Machado Costa Responder

    Umas das Capitais mais violenta do Brasil é Curitiba, não sabia que Requião governava esta capital.

  3. Nos 8 anos do desgoverno requiano não havia criminalidade no Paraná que exigisse tanto investimento em Polícia. Não era isto que dizia da dulpa Lulinha/RR? Daí a dupla não ter investido nada, ou quase nada. Mas o Beto pode fazer a diferença, e dar o que nós precisamos, segurança. Tony

  4. Também ,com um Secretário de Segurança que mais parecia um ” lenhador de bonsai ” e cuja prioridade era a de dar tiros de canetinha nos pés do amigos, queriam o quê?

  5. Murilo Álvaro Viezzer Responder

    Faz tempo que eu não leio uma boa notícia, e teremos que agüentar esse cara até 2018, lá no Senado, onde ele diz que representa o nosso estado, e os eleitores acreditam…

  6. Eh ! Se não notaram, também aumentou a criminalidade em Brasília, principalmente no Senado …..

Comente