Uncategorized

Defensoria sem comando constrange petistas

O deputado petista Tadeu Veneri se considera um especialista em Defensoria Pública. Acredita, com aquela peculiar modéstia, ter sido o grande responsável pela criação do órgão no Paraná.

Na sessão de segunda Veneri teve de ouvir o que não queria.

O deputado tucano Ademar Traiano foi à tribuna e lamentou que a presidente Dilma Rousseff tenha esquecido de nomear o chefe da Defensoria Pública da União. Com isso inviabilizou o funcionamento do órgão e levou os defensores a marcar uma paralisação.

“Lamento ver que um partido que tanto fala em Defensoria tenha revelado tamanho descaso com a questão, a ponto de deixar os pobres sem assistência jurídica”, disse Traiano.

1 Comentário

  1. Não gosto do deputado Trai ano, mas ele está certo. Já o deputado pestista que não perdoa nada, não pode ver microfone pela frente que, já vai falando besteira, deveria mudar de atitude, ou de assessores. Aí daria menos mancada e levaria menos pancada. Tony

Comente