Uncategorized

Oficial de justiça é esfaqueado no centro após ofensas racistas

Do O Estado do Paraná
Foto: Átila Alberti

Uma discussão que começou por motivo fútil e prosseguiu com ofensas racistas e agressões fez com que o funcionário de um estacionamento fosse preso e o cliente, um oficial de justiça, levado para o hospital, atingido por duas facadas.

De acordo com testemunhas, Marcos Roberto Todeschi chegou ao estacionamento na Avenida Marechal Deodoro, quase na esquina com a Avenida Marechal Floriano Peixoto, no centro de Curitiba, por volta das 15h desta quarta (10), com uma Nissan Frontier prata. O orientador de pátio do estacionamento, Ramon de Chagas Correia, 22 anos, informou que ele não poderia entrar, já que não havia mais vagas disponíveis. Mesmo assim, o oficial de justiça insistiu.

Funcionário e cliente iniciaram uma intensa discussão. De acordo com Ramon, Marcos fez ofensas racistas e ordenou que ele não tocasse no carro. “Ele jogou o carro pra cima de mim, desceu e veio me xingando. Depois me ergueu pela camisa e perguntou o que eu iria fazer. Achei a primeira coisa que vi pela frente e acertei nele. Ele dava dois de mim, se eu não fizesse isso, ele não ia parar”, argumentou.

Ele atingiu Marcos com dois golpes de uma faca de cozinha, na barriga e no ombro. A faca foi apreendida. O oficial de justiça foi socorrido por uma equipe do Siate e encaminhado ao Hospital Evangélico. De acordo com a assessoria de imprensa, os cortes foram superficiais e, depois de realizar alguns exames, ele receberia alta ainda nesta quarta.

Ramon foi levado por uma equipe do 12° Batalhão de Polícia Militar até o 1° Distrito Policial, preso em flagrante por tentativa de homicídio. Funcionário do estabelecimento há apenas um mês, ele garante que foi a primeira vez que viu o cliente. Também foi a primeira vez que Ramon foi preso. “Ele acha que só porque tem carro e dinheiro pode me humilhar. Eu trabalho das 9h às 18h e ainda sou obrigado a passar por isso no final do meu expediente”, lamentou.

41 Comentários

  1. A Polícia chama esse acontecimentos de “desinteligência”. Não há nome mais adequado…

  2. Está certo o orientador de estacionamento, se fosse comigo faria a mesma coisa, pq tem oficial de justiça que se acha o fodão, tem que levar pau, facada, tiro mesmo, que estão pensando.

  3. No Brasil é praxe dirigir aos negros com palavras de cunho racista e ou pejorativas. o que não cabe é revidar tal ato com mais violencia. é simples consiga testemunhas e processo neles, é o mais sensato a fazer!!!

  4. Esses office boy de juiz ‘se acham’. Pensam que são os donos do mundo, graças a Deus que o tempo da ‘CARTEIRADA’ ou do ‘VOCE SABE COM QUEM TA FALANDO’ ta acabando.

  5. JUSTICEIRO DE ARAPONGAS Responder

    E somente o cidadão negro foi preso? Absurdo… tem q prender esse camarada racista. E outra, oficial de justiça ganha tão bem assim pra estar de Frontier.. revirem a conta dele que sai propina

  6. Esse Oficial de Justiça não merece trabalhar no judiciário. Não merece cumprir mandados, não é digno dessa profissão.

    Onde já se viu? O trabalhador do estacionamento tem que ser libertado, ele estava em defesa da honra e da própria integridade. O servidor da justiça deve respeitar todos os cidadãos, deve ser exemplo.

    É bom pra aprender a não ofender ninguém de forma preconceituosa e racista. No mínimo deve ter chamado o empregador de “preto”. Pra mim não passa de um babaca. Mereceu.

    Incrível que ainda há “manés” como o cidadão aí que pensa que Oficial de Justiça é Desembargador. Idiota. Mané! Vai estudar imbecil, vai ler a constituição. Posso falar porque também sou Oficial de Justiça e me senti envergonhado. Não admito ofensas racistas, em hipótese alguma.

  7. O nível de tolerância está abaixo de zero e a motivação por demais de fútil! O homem está cada vez mais ridículo!

  8. O mais grave é quando um indivíduo assassina um afro- descendente. Qualquer assassino deve ir para a cadeia.

  9. Osiris Duarte de Curityba Responder

    MAS QUE COISA HORRÍVEL … NEM PARECE QUE ESTAMOS NO SÉCULO XXI – E NUM PAÍS QUE SE DIZ EM DEMOCRACIA RACIAL …

  10. Soltando o Verbo Responder

    Desinteligência principalmente do agressor funcionário público, ele é oficial de justiça e não a justiça em si, tem que respeitar o cidadão sim!

  11. Babaca que se acha superior pq tem uma condição melhor que o manobrista… facada é pouco pra esse mané….

  12. Lamentável a atitude deste oficial de justiça, office boy de luxo que se acha grande coisa… TODOS os oficiais de justiça se acham acima da lei.. bando de babacas…

  13. Pela descrição do farto foi legítima defesa.Mas, acontece que é um afrodescendente pobre contra um oficial de justica que dirige uma Nissan. Vai virar tentativa de homicídio e cadeia pro manobrista. O Brasil é assim….

  14. Agora o rapaz, que estava trabalhando, vai ficar preso com um monte de bandidos, onerando o Estado, tuido or causa de um babaca que se acha acima da lei

  15. esse kara tem que ser solto pq ele só tava sii defendendo do mané do oficial de justiça olha vc esta estragando uma familha pq vc ñ vai cuda da sua vida ta estressado não descontanos outros ????

  16. JULIO CESAR DE SISTI Responder

    Quanto ganha um Oficial de Justiça para ter um carrão desses? Esses caras se acham por ter uma carteira da Justiça Estadual na mão para intimidar as pessoas. Tem que levar pau mesmo. Cretino safado vem se meter a besta comigo!!!!

  17. Deixemos esse disque-me-disse todo para ser resolvido no Judiciários. Há versões, que devem ser provadas e julgadas pelo magistrado competente.

  18. Pelo novo plano de cargos e salários do judiciário, um oficial de justiça de início de carreira ganha pouco mais de 3 mil e, no fim de carreira, pouco mais de 5 mil. A Nissan deve tá com uma baita promoção! Poneis malditos, poneis malditos, lalalala….

  19. Pra quem pergunta qto ganha um oficial de justica saiba gira entra 5 a 6 mil, depende de qto trabalho realiza tambem…
    Devia ter sido preso por racismo tambem, assim parava de dar carteirada por aí.

  20. Pois é………….sem entrar no mérito do racismo e da agressão que são reprováveis, alguns oficiais de justiça “se acham AUTORIDADE”.
    Equiparam-se a a alguns agentes da Diretran que atuam na fiscalização do Estar.
    Confesso que dá vontade mesmo de dar uma surra nesta turma que se aproveita de um carguinho e de uma caneta, nos ameaçando com punição.
    Frase antiga e correta: “QUER CONHECER O CARÁTER DE UMA PESSOA? DÊ A ELA ALGUM PODER……..”

  21. Bando de invejosos. Se o cara tem uma Nissan o problema é dele, mesmo estando errado não merece pagar com a vida. O outro que não pensou que podia processa-lo por racismo esta PRESO E SEM EMPREGO.

  22. o funcionário do estacionamento foi chamado de “negrinho”, fez muito bem ele em dar as facadas neste boçal do judiciário… E disseram aí em cima “para ele arrumar umas testemunhas e tal” nunca que ele ganha essa ação, e aí é perigoso passar por oportunista, ou pior nem deve conhecer os seus direitos, ele deveria ser julgado em juri popular mas infelizmente não enquadraram ele como hediondo…Seria 100% absolvido…

  23. então todos que estão fazendo esse comentário presenciaram, a ação e tem certeza que as coisa aconteceram exatamente assim?
    a generalização dessas situações, podem levar as pessoas a tirarem conclusões erradas, e se o “agredido” provar que os fatos não aconteceram como o agressor disse, quem vai se manisfestar?

  24. Mas que ousadia deste rapaz, enfrentar uma otoridade? E oficial de Justiça ainda por cima? Talvez da próxima vez o cara de uma de machão, porque o humilhado por estar armado com um trezoitão, e aí ele não vai parar no PS, mas sim ter uma conversinha bem ao pé do ouvido com Jesus. Tony

  25. Quem conhece o Marcão sabe o que aconteceu. E outra, pra mim quem anda com uma faca de cozinha e usa ela em situações “incomuns” já tem uma conduta suspeita.

  26. Nada justifica uma pessoa dar uma facada na outra, quem trabalha no comércio tem que saber respeitar os clientes! E tem outra, todo mundo tem mania de falar mal de Oficial de Justiça, tem muita gente se aproveitando dessa situação.
    Todo negro é racista com ele mesmo, e com certeza ele está usando isso à favor dele. A verdade virá à tona!

  27. Falam mal de oficial, mas tem muita gente q gostaria de ter esse emprego e nao tem capacidade, ai ficam julgando. ( Inveja. . . sera?)

  28. O engraçado é que um bando de gente acredita num depoimento feito por um camarada e já sai por aí julgando como se a outra parte, no caso o oficial, fosse o culpado. Um cara que não tem competência para contornar uma situação não deve trabalhar armado com uma faca e resolver o fato dando facadas nas pessoas. Acorda povo. E outra, o cara que deu a facada agora tenta se justicar dando uma de coitado e vítima para se livrar da acusação da tentativa de homicídio.

  29. Por que a imprensa e os meios de comunicação só publicaram o depoimento deste “distinto cidadão” ? Por que não vão atrás do outro para que ele também dê a sua versão ? Com certeza os fatos ficariam mais claros. Em outra foto publicada divulgada na internet do ocorrido, a caminhonete está estacionada bem no fundo do estacionamento, isso já contradiz que o estacionamento estava lotado, conforme o depoimento.

  30. E a responsabilidade do estacionamento. . . onde fica? Um cara totalmente despreparado. O Oficial como dizem é cliente.

  31. Só ouviram o lado “coitadinho” da história! E o cara que levou a facada? Quem foi ouvir? Ninguém! Dêem oportunidade a ele e vão ouvir a VERDADEIRA versão dos fatos!!! O “coitadinho” não deveria sair de casa e trabalhar com uma faca (que não era de cozinha!). Se o cara vai trabalhar aarmado, boa intenção ele não PODE ter!!!
    Pensem melhor antes de julgar o motorista!

  32. É TÍPICO DESSE OFICIAL DE JUSTIÇA FAZER ISSO. CONHEÇO ELE, ELE GOSTA DE INTIMAR E INTIMIDAR OS OUTROS. FOI POUCO ESSAS FACADAS POIS ELE GOSTA DE HUMILHAR. QUANDO ELE VAI FAZER INTIMAÇÕES ELE VAI COM OUTRO HOMEM QUERENDO INTIMAR OS OUTROS, E COM MULHER ELE SE ACHA MAIS MACHAO AINDA. EU DENUNCIEI NA OUVIDORIA DO TJ DENUNCIE VOCE TAMBÉM.

Comente