Uncategorized

Oposição pode ficar sem vaga em CPI que propôs para investigar Derosso

Regimento prevê proporção entre vagas na comissão e bancadas.
PSDB, partido do presidente, ficaria com maior parte das vagas.

Do G1-PR

Os vereadores da oposição na Câmara de Curitiba, uma minoria que empreendeu o recolhimento de assinaturas para pedir uma CPI que investigasse contratações suspeitas, podem ficar sem vaga na comissão, por força do regimento interno.

São nove cadeiras distribuídas segundo o número de vereadores que cada partido tem na casa – o critério de proporção.

O PSDB, partido do presidente investigado, João Cláudio Derosso, tem 14 vereadores, portanto ficaria com três vagas na CPI. Os partidos que têm bancada de três vereadores poderão indicar um nome cada. Já os partidos com dois vereadores podem indicar apenas um nome que vai representar o grupo – e o mesmo acontece com os partidos que tem um vereador.

O vereador Algaci Túlio (PMDB) defende que os partidos menores, especialmente os da oposição, que pediram a instalação da Comissão, tenham mais representantes.

As atividades da Comissão devem começar na próxima semana, depois da indicação dos nomes pelas lideranças.

4 Comentários

  1. ISSO MOSTRA QUE TEM MUITA GENTE ENVOLVIDA NESSE DESVIO DE DINHEIRO, ESTÃO QUERENDO BLINDAR O DEROSSO PARA QUE SE ELE VENHA A CAIR NÃO DESMORONE A CAMARA, OU ALGUÉM DUVIDA QUE ELE NÃO ESTÁ SOZINHO NESSA.

    QUE VERGONHA PARA OS POLITICOS, QUE NA MINHA OPINIÃO ESTÃO CADA VEZ COM O CONCEITO PERTO DO ZERO.

  2. S Y N F R O N I O. Responder

    Que gracinha, e bonitinho como diz a Hebe, 15 rapozoes, a vigiar o galinheiro
    onde tem uma so galinha faminta.

Comente