Uncategorized

Bernardo leva chumbo por causa de entrevista

A entrevista do ministro Paulo Bernardo a Fernando Rodrigues da UOL continua rendendo efeitos negativos. No Paraná o ministro causou mal estar na ala que defende candidatura própria a prefeitura de Curitiba. Ele deixou claro que o PT só não vai de Fruet (que já está sendo conversado com bons resultados) se houver algum grave imprevisto. Com isso Bernardo melindrou Ângelo Vanhoni e enfureceu até os candidatos de si mesmos, Dr Rosinha e Tadeu Veneri, que sonham ser candidatos a prefeito em 2012 para facilitar a reeleição em 2014.

Pior ainda foi a repercussão de sua declaração na entrevista de que o candidato do PT a Presidência em 2014 será decidida em uma conversa entre o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff. A declaração foi alvo de um torpedo fulminante de Lula, que age como candidato, mas não quer que se fale no assunto por enquanto. “Acho uma imbecilidade e loucura falar de 2014 se nem sentamos à mesa para falar de 2012”, disse Lula com seu peculiar refinamento.

4 Comentários

  1. É compreensível o desconforto dos pretensos candidatos Vanhoni e Rosinha. Porém, mais importante que a opinião de Paulo Bernardo sobre futuras candidaturas a prefeito, é a disposição da maioria dos eleitores de Curitiba para elege-los. O nível médio de insanidade dos eleitores curitibanos teria de aumentar significativamente.
    Mas esta dupla fantástica (Vanhoni e Rosinha) não deve perder a esperança, porque a possibilidade de insanidade coletiva dos eleitores já foi demonstrada na reeleição do inacreditável Requião.

  2. CAÇADOR DE PETISTAS Responder

    BERNARDÃO, também tenta livrar a cara de Lula em relação aos ecândalos mas, não adianta, a sociedade brasileira tem que saber que Lula é o culpado por todos estes escândalos que assolam o pais.

  3. Eu já falei, aqui , varias vezes, que a petezada, não tem quador de bons para tocar orgãos e ministerios, , o que pode se espera r de um paulo bernardo, semi anaalfabeto , que só faz coisas erradas.

Comente