Uncategorized

Em crise com base aliada, Dilma flerta com oposição


Foto: Roberto Stuckert Filho/Divulgação/Presidência

Da Folha Online

Em crise com os aliados, a presidente Dilma Rousseff encontrou afago na oposição, informa reportagem de Daniela Lima publicada na Folha desta sexta-feira (a íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

Cercada por tucanos, ela transformou o lançamento do plano Brasil Sem Miséria para a região Sudeste, na quinta-feira (18) no gesto mais enfático de aproximação com o PSDB desde sua posse. O programa é o carro-chefe de sua política social.

Ao lados dos governadores de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais, Dilma chamou o evento de “pacto republicano” por unir governo e oposição.

“É o Brasil inteiro fazendo de fato a faxina que deve ser feita: a faxina da miséria”, disse a presidente, em paralelo ao termo que vem sendo usado por sua administração na tentativa de combate a corrupção.

Em seu discurso, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), não poupou elogios a petista.

Ele enalteceu a “generosidade” e o “patriotismo” da presidente. Alckmin ainda destacou o “espírito conciliador” de Dilma. Segundo o governador, o programa contra a miséria é uma “avanço para o Brasil”.

Comente