Uncategorized

Bancada do PMDB critica atitudes de Pessuti

A bancada do PMDB na Assembleia rebateu as críticas promovidas nos últimos dias pelo ex-governador do Paraná, Orlando Pessuti, sobre a aproximação da bancada com o Governo do Estado.

O tema foi tratado na reunião da Executiva Estadual do PMDB, nesta segunda-feira (22). O deputado Alexandre Curi, rebateu com uma dura crítica a manobra promovida pelo ex-governador, que tentou aprovar uma reprimenda do Diretório Estadual, a decisão da bancada. “Quando o ex-governador decidiu sozinho pela indicação do suplente da senadora Gleisi Hoffmann (PT), o senador Sérgio Souza, não consultou nem a bancada, nem o Diretório, nem a Executiva Estadual. O mesmo aconteceu quando Pessuti escolheu, de maneira unilateral, o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures como vice do candidato da nossa coligação, o ex-senador Osmar Dias (PDT) nas eleições do ano passado”, disse Curi.

O deputado lembrou ainda que o ex-governador também adotou um critério pessoal na escolha de todos os assessores nomeados quando assumiu o Governo do Estado, em abril de 2010. “Todas estas decisões foram tomadas a revelia da Executiva Estadual, do Diretório Estadual e mesmo da bancada de deputados do PMDB”, disse o deputado Waldyr Pugliesi, presidente estadual do PMDB.

8 Comentários

  1. Desculpa e chororô de adesistas. Para ficar embaixo da mesa esperando o asso cair, qualquer desculpa serve. É uma marca do Paraná: a sabujice.

  2. José Narciso - Narcisão Responder

    Meu amigo Pessutão,desça o bambú nessa turma. Só existe um PMDB neste País: ( É o PMDB do Pessutão e do Requião). Esses dois juntos somariam muito para democracia do nosso Brasil. Pessutão pelo amor no PMDB abrace o Requião e sigam em frente defendendo o velho MDB de GUERRA!!!

  3. As Raparigas atacam geral para se defender, parem com isso façam o preço e recebam e parem de se desculpar.

  4. Depois que o Pançuti arrumou uma boquinha com a companheira está se achando. Ele e o velho RR sabem que já não apitam nada. E que o pessoal do velho de guerra não consegue fazer oposição a ninguém, nem mesmo se o Muhamar Kadaffi fosse o governador. Tony

  5. Mas, o deputado tem memória curta ou falha ou parcial ou oportunista ou sabe lá o que mais …
    Perguntar não ofende: quando o Bobão Req fazia as escolhas os nobres deputados eram “consultados” ?

Comente