Uncategorized

PF investiga fraude de
R$ 8 mi na Previdência

Da Joice Hasselmann

Sete mandados de busca e apreensão são cumpridos em Curitiba e Pontal do Paraná nesta manhã pela Polícia Federal com apoio do Ministério Público e Ministério da Previdência Social. A operação Avatar acontece em repressão a uma quadrilha formada por contadores e técnicos em contabilidade que são acusados de fraudar a Previdência Social com pelo menos 80 falsos benefícios inseridos no sistema do governo, além da falsificação de documentos trabalhistas. O prejuízo estimado chega a R$ 8 milhões. Trinta e três policiais federais e nove agentes do Ministério da Previdência participam da ação, que terá mais detalhes divulgados durante a tarde.

1 Comentário

  1. É impressionante como ainda acontecem coisas assim no INSS. Trabalhei no Posto de Aposentadoria por Tempo de Serviço, quando era ali na Marechal, e ali tinha havido um caso igualzinho. E ninguém foi pra rua, mesmo depois do inquérito da PF. Isto foi em 1977. 24 anos depois as coisas continuam acontecendo de mesmo jeito. De uma coisa o pessoal do INSS não pode reclamar, salário. Tony

Comente