Uncategorized

Polônia e Paraná estreitam parcerias comerciais

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB) disse, em Poznan, na Polônia, que as relações entre o Paraná e o governo polonês ficaram mais próximas. Traiano fez parte da comitiva liderada pelo governador Beto Richa que se reuniu se reuniu com o governador da província polonesa de Wielkopolska, Marek Wosniak. O encontro aconteceu na sede do governo local, na cidade de Poznan. 



Traiano afirmou que o encontro reforçou o interesse dos dois lados de se fortalecer parcerias comerciais. “As discussões foram promissoras, que poderão trazer resultados muito bons para o Paraná”.

Em 2010, os negócios entre o Paraná e a Polônia ficou na US$ 66 milhões. “Temos uma possibilidade grande de ampliarmos esses números. E o governador Beto Richa mostrou que há potencial para o Paraná elevar suas exportações”, destacou Richa. 



Traiano disse que os poloneses têm interesse em investir na área da construção, principalmente em infraestrutura de transportes. “E um dos objetivos é a Copa do Mundo em 2014”.

O governador Beto Richa aproveitou a oportunidade para destacar a presença dos deputados Valdir Rossoni, presidente da Assembleia Legislativa, e Ademar Traiano, líder do Governo, no giro pela Europa. “É um sinal inequívoco de que todas as estruturas do nosso estado estão dispostas a garantir a atração de novos investimentos”.

2 Comentários

  1. Orlando Pessuti Responder

    Que bom que o Governador Beto e outras autoridades estejam cumprindo essa agenda no exterior. É praticamente igual aquela que foi realizada por um grupo de secretários de estado e assessores em nosso período de governo no ano passado. Também naquela ocasião firmamos acordos, protocolos, participamos de solenidades em praticamente todas as cidades que novamente são agora visitadas. Pena que no ano passado nossa equipe foi criticada e afirmavam que só estavam fazendo turismo. E AGORA ESTÃO FAZENDO O QUE. Fazendo o que o Governo Pessuti fez.Que bom é sinal de mais uma HERANÇA BENDITA DO GOVERNO PESSUTI. aBRS.

Comente