Uncategorized

Funcionário público é preso suspeito de exploração sexual

Ele foi flagrado em casa, na companhia de sete meninas e um menino. Polícia diz que no lugar havia bebidas alcoólicas e preservativos.

Vinícius Sgarbe Do G1 PR

Um funcionário público federal de 47 anos foi detido em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, fronteira com o Paraguai, depois de ser flagrado na casa dele na companhia de sete meninas entre 13 e 17 anos e um menino. Na mesma casa, havia também um rapaz maior de idade.

De acordo com a polícia, o homem é auxiliar jurídico e, se as suspeitas se confirmarem, deve responder por exploração sexual e por oferecer bebidas alcoólicas aos adolescentes. Ele pode ser também indiciado por atrapalhar o trabalho do Conselho Tutelar (CT).

Foram apreendidos um computador e uma máquina fotográfica. No lugar, ainda segundo a polícia, havia bebidas alcoólicas e preservativos.

O CT da cidade tinha recebido informações sobre festas suspeitas na casa do funcionário. As primeiras denúncias foram feitas há aproximadamente quatro meses e algumas partiram de vizinhos.

Comente