Uncategorized

Vídeo monitoramento no sistema de transporte coletivo em votação

Amanhã será votado em segundo turno o projeto do vereador Juliano Borghetti (PP) que prevê vídeo monitoramento em tempo real nos veículos do transporte coletivo, estações-tubo e terminais de ônibus.

O monitoramento propõe dar mais segurança aos usuários do transporte coletivo e também para cobradores e motoristas. Furtos, roubos e atos de vandalismo e violência no interior destes locais serão monitorados e podem ajudar a diminuir essas ocorrências. A proposta já foi aprovada em primeiro turno no dia 6 de junho deste ano e agora será votada a redação final em segundo turno.

7 Comentários

  1. De que adiantará mais esta gastança? Para tudo é preciso ter uma lei e um guarda para fazê-la valer. O que a sociedade precisa ela não faz, que é assumir que estamos vivendo nos tempos do vale–tudo, do quem pode mais chora menos. A violência se instalou porque sabemos que nada vai nos acontecer. Vocês não viram o que aquele piá, que assassinou 2 lá na Praça da Espanha disse? Se a pistola não tivesse falhado, teria mandado mais um ao encontro de Jesus. E o que foi que aconteceu? Nada, porque o piá é “de menor”. Tony

  2. TONY FUNCIONA SIM..TODAS AS MEDIDAS PREVENTIVAS,,E O CIDADÃO SABENDO QUE ESTÁ SENDO VIGIADO E PODE SER PRESO PELOS SEUS ATOS ELE VAI PENSAR MIL VEZES ANTES DE COMETER UM DELITO;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

  3. É muito bom.
    Vai dar um tiro no que se vê, e acertar no que não se vê.
    Aplausos pela iniciativa.

  4. SE OS PAIS CORRIGISSEM SEUS FILHOS EM CASA,
    NADA DISSO PRECISARIA……….AI ESTA A FALHA……
    OLHAM PARA SEUS FILHOS COM O CORAÇÃO E
    NÃO COM OS OLHOS, POIS O CORAÇÃO CEGA……

  5. O cara parou de namorar e foi trabalhar!
    lembro do ze´di camargo e Luciano, ‘tarde d mais” você já perdeu seu caminho”, tarde d mais, tarde di mais, tarde de mais, tarde de +……. tataatata!

  6. Clodoaldo Elias Responder

    Acredito que o mal não se vence com o mal e sim com o bem,por isso, é preciso ter atitudes positivas, no caso do cinto de segurança foi preciso obrigar para lei ser cumprida, cada pessoa tem que aprender a obedecer a lei e não ser obrigado e se precisar melhorar as câmeras nos ônibus para dar mais segurança então é válido a proposta.

    Educação não se exige dos outros e sim de si mesmo.

Comente