Uncategorized

Prefeitura prometeu prêmio para quem pagasse IPTU à vista

De Denise Mello da Banda B

A prefeitura de Campo Magro, região metropolitana de Curitiba, anunciou em março que quem pagasse o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2011 à vista, em parcela única, até o dia 11 de abril, teria 20% de desconto e ainda concorreria a uma moto zero quilômetro. O desconto foi dado, mas o sorteio da moto, prometido para maio, até hoje não aconteceu.

“Paguei à vista, certinho, naquele entusiasmo de, de repente, ser sorteado e ganhar a moto, mas na verdade não teve nenhum sorteio. A gente se sente enganado, ficaria feliz se alguém ganhasse a moto, mas nada disso aconteceu. Tenho aqui marcado no meu carnê a promessa do prefeito e não teve o sorteio da moto, certamente não terá também o da TV”, disse Antonio de Lima, morador de Campo Magro há 30 anos, que pagou à vista o IPTU da casa onde vive, no valor de R$ 101,30.

Na mesma campanha de incentivo ao pagamento do IPTU 2011, o prefeito José Pase (PMN) prometeu também sortear uma TV de plasma de 42″ para quem preferisse parcelar o imposto, desde que as parcelas fossem pagas em dia. O sorteio da TV está marcado para novembro, mas muitos moradores não acreditam que vá acontecer. “Ele anunciou em outdoor, colocou a promessa do sorteio nos carnês de IPTU e deveria ter cumprido o que prometeu. Agora parece que tá alegando que não tem dinheiro, mas que pague do bolso. Isso é promessa não cumprida, tem que ter respeito pelo povo”, desabafou o comerciante Rodnei Azolin, que também pagou o IPTU da marmoraria e da casa onde vive, à vista.

A prefeitura informou que ainda está levantando o número de contribuintes que fizeram o pagamento à vista e que deveriam ter participado do sorteio, que não aconteceu.

O prefeito José Pase não foi encontrado para explicar a promessa não cumprida. A assessoria da prefeitura de Campo Magro informou, por meio de nota, que o projeto de lei que regulamenta e legaliza a entrega dos prêmios foi encaminhado à Câmara Municipal no dia 22 de março em razão do recesso da Casa. Segundo a nota, o projeto só foi colocado em discussão e votação na Câmara Municipal no dia 3 de maio, ocasião em que foi rejeitado por cinco dos nove vereadores, que votaram contra a aprovação da lei que regulamenta e realiza o sorteio.

Os vereadores que manifestaram voto contrário ao sorteio são: Sergio Martins, Gusto Juninho, Valdir Batista, Faustão e Arvinho. Segundo a assessoria, Pase está buscando alternativas para reunir o dinheiro necessário junto a empresários da cidade.

Outra versão

Na Câmara de Campo Magro a versão é outra. Segundo o presidente da Câmara, Sergio Martins (PDT), por conta própria, o prefeito espalhou cartazes pela cidade anunciando os prêmios, mandou imprimir a campanha nos carnês de IPTU com o aviso do sorteio e só depois, no dia em que a moto seria sorteada, encaminhou o projeto para os vereadores. “Eles fez tudo por conta própria, sem consultar os vereadores. Fez tudo sem a autorização da Câmara o que é ilegal. Agora, ele vai ter que se explicar mais esta irregularidade”, disse Martins à Banda B.

No próximo domingo (4), está marcada uma sessão na Câmara para os vereadores votarem a favor ou contra a cassação de José Pase, acusado de uma série de irregularidades. Na última sessão para decidir sobre o futuro do prefeito, uma liminar do Tribunal de Justiça interrompeu a votação.

Comente