Uncategorized

PF prende sete suspeitos de fraude na previdência social no Paraná

Três deles são funcionários do INSS de Guarapuava, no interior do estado.
Estima-se que R$ 700 mil foram cedidos ilegalmente a cerca de 80 pessoas.

Do G1 PR, com informações da RPC TV Guarapuava

Sete pessoas foram presas pela Polícia Federal em Guarapuava, na região Centro-Sul do Paraná, entre elas três funcionárias do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) por suspeita de fraude na previdência social. Os mandados de prisão foram cumpridos na manhã desta quarta-feira (31) com o apoio do Ministério da Previdência Social.

O grupo é suspeito de facilitar a obtenção de benefícios à pessoas que não tinham direito em troca de uma porcentagem do valor recebido. A maioria dos benefícios fraudados era relativo a auxílio doença. A PF estima que o prejuízo seja de R$ 700 mil que foram cedidos ilegalmente a cerca de 80 pessoas.

As investigações começaram em fevereiro deste ano. Vinte e oito policias federais e 10 servidores do Ministério da Previdêncial Social participaram das prisõe desta quarta.

1 Comentário

  1. É ISSO AÍ… MAIS UMA VEZ A POLICIA FEDERAL MOSTRANDO TRABALHO E SERIEDADE!
    VERGONHA ALHEIA GUARAPUAVA!!!!!!!

Comente