Uncategorized

Contas de Requião podem azedar namoro entre governo e PMDB

Via Roseli Abraão –O relatório do Tribunal de Contas recomendou a aprovação das contas do último ano de governo do PMDB, que agora seguem para a apreciação da Assembléia Legislativa. E pode ser uma prova de fogo para a bancada do PMDB que recentemente aderiu à base do governo Beto Richa.

Como os peemedebistas vão se comportar ainda mais que começam a surgir protestos do outro lado da Praça N. S. de Salete?

Basta ver o twitter do secretário da Fazenda, Luiz Carlos Hauly, que se indignou com a atitude do TC.

Mas não é só isso.

Na bancada aliada de Richa já começam as manifestações para que a Assembleia desaprove as contas.

O deputado Mauro Moraes, do PSDB, por exemplo, sugere que a Casa leve em conta as “irregularidades apontadas pelo Ministério Público”.

— São irregularidades graves e que não podem ser ignoradas pelo Poder que tem como uma de suas prerrogativas fiscalizar o Executivo Isso seria uma incoerência, disse.

Segundo levantamento feito pelo MP junto ao TC, destaca o tucano, “o governo teria deixado de aplicar, durante o exercício de 2010, o percentual de 12% do orçamento para a saúde, ignorando o cumprimento da emenda 29. O Executivo também seria responsável por um déficit de R$3 bilhões nas contas da Paraná Previdência, autarquia responsável pelo gerenciamento previdenciário do funcionalismo público estadual”.

2 Comentários

  1. E aí cumpanheros??? Cuméquivaificá? Seis vão prová as conta? Vê si crião vergonha na cara e desapravam as conta uia!
    Quero vê o leitão gorducho di tanto mamá nas tetas chorá agruras! kklkk

Comente