Uncategorized

Verri aplica o beijo da morte em Rosinha e Veneri

Seguindo o comando do ministro Paulo Bernardo, o deputado Enio Verri, presidente do PT do Paraná, aplicou o beijo da morte nas candidaturas a prefeito de Curitiba dos deputados Tadeu Veneri e Dr. Rosinha. “Vamos definir os rumos para a eleição de 2014. Não vamos discutir o que acontece em cada estado, em cada município. Vamos definir metas nacionais”.

O recado é claro. Os projetos paroquianos dos deputados Veneri e Rosinha, que sonham empinar uma candidatura a prefeito de Curitiba para facilitar a própria reeleição a Câmara Federal (Rosinha) e a Assembleia (Veneri) não serão levados em conta pelo PT. O partido está decidido a fechar negócio com Gustavo Fruet, que deve se filiar ao PDT, porque está candidatura, avaliada como viável, pode ser peça chave no projeto de eleger Gleisi Hoffmann para o governo do Paraná em 2014.

10 Comentários

  1. É um diferença grande entre o que se pode chamar de uma posição de partido em torno de um projeto nacional de futuro e uma lambança provinciana que acabou por dispensar Fruet.

    Pena.

  2. Quem tem inteligência é outro nível. Viva a estratégia de Verri e Gleisi, a governadora

  3. É isso aí, PTista é pelego, só serve como massa de manobra, tem que abaixar a cabeça e marchar conforme dita lula/dilma/dirceu.
    Ninguém pode ter vontade ou opinião própria……Bem Feito !

  4. marcio jose nunes teixeira Responder

    ESSE ENIO VERRI É UM MALA,

    ARROGANTE, PREPOTENTE, PROFESSOR DE DEUS,

    NUNCA VAI SER PREFEITO DE MARINGA

  5. parabens enio verri e assim mesmo ca um basta neses dois e pode contar com nosso apoio fruet prefeito e gleise governadora

  6. Tem mais é que isolar esses sem voto. O Rosinha é impalatável para o eleitorado curitibano, e o Veneri não consegue explicar as vebas do ressarcimento. Beijo da morte neles!

Comente