Uncategorized

Cai a liminar de Renata Bueno e Derosso se vê livre da Comissão Processante

A liminar para instalar a Comissão processante contra o presidente da Camara, João Claudio Derosso, pedido pela vereadora Renata Bueno, foi cassada agora pelo Tribunal de Justiça do Paraná. Foi julgado extinto o mandado de segurança por falta de condição de ação. A consequência disso é que a Comissão Processnate não será instaurada. Os advogados Paulo Petrocini, Figueiredo Basto e Valéria de Oliveira foram os advogados de Derosso. Eles acreditam que esta vitória é apenas o inicio de um processo que garantirá dos direitos de Derosso na Justiça.

7 Comentários

  1. Esperamos que agora a verdade comece a aparecer… Afinal, num jogo político muitos interesses vêm à tona. Cadê a questão do radar, “limpinha” Renata Bueno? Seu pai varreu para debaixo do tapete?

  2. Esta é a justiça que temos no Brasil,só os pobres vão preso , mas os verdadeiros ladroes os politicos estão ai soltos.

  3. Malandro é malandro (Derosso e mulher) e mané é mané (A Renata e o povão)! É o final dos tempos…Cadeia neles MP.

  4. Cabe reprisar, pois, mutatis mutandis, o fato é recorrente:

    O formalismo jurídico – reparem bem – viceja ainda com todos os ramos na Justiça que adora de paixão apreciar as causar pelas preliminares ou pelas irregularidades formais de processo, o que lhes permite nunca entrar no mérito da causa.

    Assim ela atua e ao mesmo tempo não diz o Direito !

Comente