Uncategorized

Ney pede mobilização pelo Hospital das Clínicas

O deputado Ney Leprevost, coordenador da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, ocupou a tribuna da Assembléia Legislativa na manhã desta 3ª feira para cobrar dos paranaenses que tem força em Brasília (deputados federais, senadores e ministros) uma atuação mais forte junto ao Governo Federal para que o Ministério da Educação pague integralmente a folha dos funcionários do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná.

Ney trabalhou voluntariamente como presidente da Associação dos Amigos do Hospital de Clínicas e está comovido com os pacientes que precisam de cirurgias urgentes, mas não conseguem atendimento devido a greve dos funcionários do maior hospital do Paraná.

“O MEC paga integralmente a folha do funcionalismo de hospitais universitários de outros Estados. Aqui no Paraná, a situação é diferente devido a uma falta de união política na esfera federal. Enquanto o HC tiver que suportar o custeio completo das despesas de recursos humanos, o hospital uma hora terá greve, outra hora não terá remédios, outra hora sofrerá falta de equipamentos… O problema já está se tornando crônico e os profissionais da saúde que lá trabalham não podem ser crucificados. A solução está em Brasília”, afirmou Ney.

Ney pediu a todos os deputados estaduais que mobilizem seus aliados partidários na capital federal em prol do HC.

4 Comentários

  1. Falem com o Dep. André Zacharow, ele sabe como obter verbas do Ministério do Turismo para Hospitais. Conseguiu pro Evangélico e pode conseguir pro Clínicas…..

  2. Parabéns,Ney. Vc sempre trabalhou pelo HC c integridade e dedicação. Muito bom seu pronunciamento sobre saúde. Demosntrou grande conhecimento técnico e profunda solidariedade humana. A classe médica está ao seu lado.

  3. Macaco Elétrico Responder

    O Zacarow foi vetado do PSD pelo Sciarra e o Leprevost. Vai ter que permanecer no PMDB do Requião.

  4. Amigos não se desesperem. Logo logo, o Sr Meuuuuuuuuuuuuuuuuuuureeeeeeeeeeeeeeeeeeer vai para de jogar paciência e começar a se conscientizar e talvez perceber qual é a sua função na Câmara e que existe coisas bem mais importantes para buscar e lutar pelo NOSSO AMADO PARANÁ.

Comente