Uncategorized

Requianistas eufóricos com a volta do “Castelo de Areia”

A tropa de choque do senador Roberto Requião voltou a ficar alvoroçada e eufórica. Tudo porque uma nota da coluna Radar revela que pode ser revalidada toda a investigação da Operação Castelo de Areia da Polícia Federal que investigou financiamentos de campanha promovidos pela construtora Camargo Corrêa. A eventual validação das provas obtidas por escutas poderia, na visão dos requianistas, complicar a ministra Gleisi Hoffmann (nos últimos anos beneficiária preferencial no Brasil das doações da empreiteira) e, por consequência, seu marido, o ministro Paulo Bernardo, inimigo figadal de Requião.

A nota da coluna Radar, assinada pelo jornalista Lauro Jardim, intitulada “Castelo do Joaquim”, diz o seguinte:

“Foi distribuído para Joaquim Barbosa relatar o recurso do Ministério Público Federal que visa revalidar as provas obtidas durante a Operação Castelo de Areia. Em abril, o STJ considerou ilegal todas as provas produzidas nas investigações a partir de escutas telefônicas. O tribunal entendeu que os grampos foram baseados em denúncia anônima, conduta proibida pela Corte. Tal decisão anulou, na prática, quase toda a investigação por lavagem de dinheiro e evasão de divisas com recursos públicos envolvendo a construtora Camargo Corrêa e que respingou em políticos de vários partidos.”

2 Comentários

  1. NÃO SOU REQUIANISTA, MAS, CRIME É CRIME E ROUBO É CRIME. OS FATOS DEVEM SER MAIS IMPORTANTE QUE OS MEIOS QUE FORAM UTILIZADOS PARA COMPROVÁ-LOS.
    ENQUANTO NÃO HOUVER PUNIÇÃO PARA OS LADRÕES DE COLARINHO BRANCO, SEJAM ELES DONA GLEISE E SEU MARIDO, PAULO BERNARDO OU SEJA O LULINHA OU A DONA LURIAM, FILHOS DO LULA, NÃO HAVERÁ CIDADANIA E NEM APERFEIÇOAMENTO POLÍTICO.
    FICA TUDO COMO ESTÁ: JUIZ CORRUPTO, POLÍTICO CORRUPTO, POLÍCIA CORRUPTA E O POVO SE ESFOLANDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Comente