Uncategorized

Ministro Novais pagou ‘governanta’ com verba pública

Do Josias de Souza -O prezado leitor não sabe, mas ajudou a financiar uma despesa doméstica o ministro Pedro Novais (Turismo), 81.

Hoje licenciado da Câmara, Novais pagou com verbas públicas, durante sete anos, o salário de uma governanta.

Chama-se Doralice Bento de Sousa, 49. Entre 2003 e 2010, frequentava a folha da Câmara como “secretária parlamentar” de Novais.

Porém, não dava as caras no gabinete do então deputado. Cumpria seu expediente no apartamento de Novais.

Dora, como é chamada, cozinhava para Novais, organizava a rotina doméstica dele, chefiava as diaristas desacadas para a faxina (ops!).

O salário de um secretário parlamentar oscila entre R$ 1.142 e R$ 2.284, dependendo das gratificações.

Deve-se a revelação a uma dupla de repórteres: Andreza Matais e Dimmi Amora. Em notícia veiculada pela Folha, contam mais.

Sim, há mais: pouco depois de Novais ter sido guindado por Dilma Rousseff à poltrona de ministro, Dora trocou de emprego.

Virou servidora terceirizada do Ministério do Turismo. Foi contratada como “recepcionista” pela Visão Administação e Serviços Ltda..

A empresa mantém com a pasta chefiada por Novaes um contrato de fornecimento de mão de obra. Recebe da Viúva R$ 1,5 milhão por ano.

Quer dizer: o salário de Dora migrou de escaninho, mas é você, caro contribuinte, quem continua bancado a remuneração.

Ouvida, Doralice aconselhou: “Se vocês quiserem saber [o que eu fazia], vocês vão até ele [Pedro Novais].”

Diante da insistência dos repórteres, ela atalhou a conversa –”Não tenho nada a falar. Não trabalhei na casa. Trabalhei no gabinete”— e desligou o telepone.

Procurado, Novais manifestou-se por meio da assessoria. Mandou dizer que Dora dava, sim, expediente em seu gabinete de deputado.

Fazia o quê? Até dezembro de 2010, dava “apoio administrativo ao deputado e outros funcionários.” Lorota.

Duas pessoas que transitam pelo prédio onde o ex-deputado morava atestaram à reportagem que Dora trabalhava no apartamento funtional de Novais.

Antes de tornar-se governanta de Novais, Dora fora doméstica do ex-deputado Marcelo Barbieri (PMDB). Hoje prefeito de Araraquara (SP), Barbieri contou:

“Ele pediu referências dela, e eu dei. Disse que é uma pessoa boa, honesta. Fazia tudo, mas minha relação com ela era particular, não tinha nada a ver com a Câmara.”

O ministro confirmou que Dora foi contratada, em maio, pela empresa que provê mão de obra terceirizada ao Turismo.

O ministro absteve-se de responder, porém, se partiu dele a ordem para a contratação.

Dono da empresa Visão, José Raimundo Silva, esquivou-se de confirmar a contratação de Dora. O contrato com o Turismo contém “cláusula de confidencialidade”, alegou.

Preocupou-se em dizer que não recebeu pedido de Novais para contratar a ex-governanta. Disse que sua empresa seleciona pessoas pelo currículo.

Mas será que Doralice tem experiência como recepcionista? “Em alguns casos, o currículo não é considerado”, disse José Raimundo.

Novais mantém com as arcas do Estado relação atípica. Em 2010, pagou com verbas da Câmara festa num motel do Maranhão. Pilhado pelo repórter Leandro Colon, devolveu a grana.

O cuteio de empregadas domésticas com verbas públicas não é um pecado original. Em 2009, quatro parlamentares foram às manchetes em situação idêntica (aqui, aqui e aqui).

Arnaldo Jardim (PPS-SP), José Paulo Tóffano (PV-SP), Osório Adriano (DEM-DF) e Alberto Fraga (DEM-DF) negaram o malfeito. Mas exoneraram as empregadas.

13 Comentários

  1. Francisco de Assis Responder

    Esse Ministro esta parecendo aquele senador que financiava a filha de Fernando Henrique, com a bagatela de 8 000,00 por mes, para que ela ficasse em casa, sem frequentar aquela bagunça, como ela mesmo dizia, que era o gabinete do Senador. Sera que nos tambem não financiavamos aquela “sinecurazinha” tambem?.

  2. Hamilton Luiz Nassif- Londrina Responder

    Um tremendo cara de pau! Com cara de congregado, ainda tem coragem de postar as maõs, com referência algo a se imaginar: Que será ????.

  3. Este é o ministerio da dima petezada , bando de corruptos, e ainda tem gente que defende a guerrilheira, Eu só quero ver a cara destes e da petezada , quando a inflação, voltar pra valer , pois por enquanto, só começou, e vai longe, pois o grande enganador do brasil , o sapo barbudo , pt mor, deixou o maior rombo, nos cofres , e a dilma não pode falar nada se não ofende, o sapo barbudo, vamos levantar a bandeira minha gente , o brasil é de todos nós e não só desta corja que desgoverna o pais. Fora Dilma fora Lula.

  4. Enquanto isso, e por muito menos, o miserável, mas também safado Oliveira da Ambulância, que não tem pedigree…

  5. O ancião não é fraco, hein?! Apesar da idade parece que não aprendeu às lições da moralidade pública e do bom civismo. E desses está cheio Brasil afora.

    A rua seria o seu melhor destino, se não fosse deputado…

  6. Perguntar não ofende; essa tranqueira vai devolver aos cofres públicos ou fica por isso mesmo ??????

  7. REVOLTADO COM POLÍTICOS! Responder

    Isso não é novidade, aqui na Terrinha tem deputado que se utilizam deste subterfúgio, para pagar domésticas, engraxar sapatos, lavar seus carros, e por aí vai…

  8. pelo gesto que o ministro faz com os dedos da mão ( volte e confira) dá para entender porque ele pagava a governanta, entenderam .

  9. Mírian Waleska Responder

    Isso é uma vergonha mesmo, e esse “senhor” não ta preso ainda? Depois querem que a imprensa cale a boca, querem nos silenciar para que a gente não publique esse tipo de imoralidade com o dinheiro público, cadeia para esse sujeito.

Comente