Uncategorized

Paraná deve receber R$ 120 milhões para reforçar sistema penitenciário

O Governo do Estado aguarda para os próximos dias o anúncio oficial do Ministério da Justiça da liberação de cerca de R$ 120 milhões para obras de reforma, ampliação e construção de novas unidades prisionais no Paraná. A informação foi dada pelo governador Beto Richa durante reunião, na noite de quinta-feira (15), em Maringá, com os 30 prefeitos da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep). As informações são da AEN.

Segundo Richa, as negociações com o governo federal estão bem adiantadas e a presidente Dilma Rousseff sinalizou positivamente ao pedido do Paraná em função do alto índice de presos em delegacias de Polícia no Estado. “Dos 50 mil presos em distritos policiais no Brasil, o Paraná tem 15 mil”, informou o governador. “Com esses recursos será possível abrir vagas em presídios para a transferência de presos que estão em situação irregular”.

A secretária da Justiça, Maria Tereza Uille Gomes, disse que o detalhamento dos projetos para reforçar o sistema prisional paranaense deverão ser concluídos na próxima semana e vai indicar onde o governo fará os investimentos. “Nossa intenção é abrir novas celas e também espaços de aprendizado para os detentos, com cursos de educação normal e profissionalizante”, informou ela.

3 Comentários

  1. Ninguém falou em investimentos para contratação e qualificação dos servidores penitenciários???

  2. E o governo federal continua governando o Paraná, obrigado deputados federais, senadores e ministros do nosso Estado.

  3. Vigilante do Portão Responder

    Promessas,
    Apenas promessas.

    A Gazetona de hoje (17/09), apresenta matéria sobre a contratação dos policiais.

    Eu cantei a pedra,

    As tais contratações imediatas, não são IMEDIATAS.

    Serão 3 ou 4 meses (informação do jornal), para elaborar a lista de aprovados,
    Depois, mais 3 ou 4 meses para as formalidades legais,
    Ainda 4 meses de curso preparatório.
    Só então os primeiros 200 (duzentos) policiais estarão em condições de cumprir seu papel.

    Coisa para julho ou agosto de 2012.

Comente