Uncategorized

Pela 1ª vez, juventude do PSD se reúne em Curitiba

Comandados por Lucas Leal e Pedro Guerra, cerca de 80 jovens estiveram presentes à primeira reunião do PSD Jovem na sede do partido em Curitiba, neste último sábado, dia 17. O público foi composto por militantes de movimentos estudantis, oriundos de outros partidos, e muitos estudantes que escolheram o PSD para se filiar pela primeira vez.

A reunião contou com o apoio do deputado Ney Leprevost, presidente do PSD de Curitiba, e recebeu a visita de dirigentes da Juventude do PSDB, que compareceram para valorizar a participação dos jovens na política. Segundo Lucas Leal, Presidente do PSD Jovem, o interesse dos jovens foi tanto que nova reunião já foi marcada para o próximo sábado, dia 24.

Para Ney, que começou na política ao 22 anos, o caminho é este: “participar da história é tomá-la nas mãos e fazê-la”.

10 Comentários

  1. Enfim, aos poucos, tomamos conhecimento do “pensamento político” de Ney Leprevost: “participar da história é tomá-la nas mãos e fazê-la”. Resta-nos saber como o Leprevost quer, utopicamente, fazer a história.
    Portanto, peço a gentileza ao nobre deputado explicitar sua doutrina, caso contrário fica a impressão de que o mesmo não sabe do que está falando, hipótese mais provável para quem é político desde os 22 anos.

  2. Ver jovens se reunindo com objetivos sérios é sempre muito bom… Vão em frente, lutem, gritem e ajam! Prefiro ver “filhinhos de papai” engajados e bem intencionados, do que poluindo os parques da cidade com bebedeiras, som alto ou até participando de rachas a 190km/h. Apartidariamente, parabéns juventude!

  3. honraeseriedade Responder

    Isso é muito bom, jovens devem enfrentar aquilo que podera comprometer seu futuro, porém na politica tudo deve ser sério e feito com honestidade, tem gente ai que precisa honrar seus compromissos e não deixar para traz pessoas passando necessidade, estamos esperando!

  4. Parabenizo a Juventude Pessedista de Curiutiba. Que Deus os iluminem nessa importante trajetória de reconstrução.

Comente