Uncategorized

A greve agora é dos bancários

As greves pipocam no país e agora é a vez do bancários ameaçarem uma paralização. Ontem, o Comando Nacional dos Bancários se reuniu com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) mas o encontro não resultou em avanços nas negociações. Há indicativo de greve para o dia 27.

O presidente do Sindicato dos Bancários de Curitiba, Otávio Dias, explicou que a proposta patronal não atende as reivindicações da classe. “Os banqueiros fizeram uma proposta, vamos levá-la quinta-feira para uma assembleia da categoria, defendendo a rejeição com indicativo de greve no dia 27”, disse à Banda B.

Segundo o sindicato, os bancos oferecem 7,8% de reajuste, índice que contempla somente a reposição da inflação, sem aumento real. O percentual também foi aplicado em todas as verbas salariais como reajuste do piso e dos benefícios, decepcionando a categoria. Com informações da Banda B.

Comente