Uncategorized

Fórum discute ações voltadas à população em situação de rua

Sensibilizar segmentos da sociedade e órgãos governamentais com relação à implementação da Política Nacional para a População em Situação de Rua e promover a aproximação dos serviços de atenção a esse público com o Movimento Nacional da População de Rua foram os principais objetivos do I Fórum Metropolitano da População em Situação de Rua do Paraná, realizado nesta quarta-feira (21), no Clube do Professor, na BR-277, em São José dos Pinhais.

“São José dos Pinhais foi um dos primeiros locais a inserirem o morador de rua no Programa Bolsa Família. Norteamos nosso trabalho pelas parcerias, que colaboram com o êxito das nossas ações”, destaca o diretor geral da Secretaria de Assistência Social, Fernando Firmino.


O Fórum contou com a participação de representantes do Comitê Nacional de Acompanhamento da Política, da Coordenação Nacional e Paranaense do Movimento da População de Rua, da Pastoral do Povo de Rua da CNBB, do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça dos Direitos Constitucionais do Ministério Público do Paraná, do Serviço Especializado para Pessoas em Situação de Rua de São José dos Pinhais e da Fundação de Ação Social de Curitiba.

“Espero que esse Fórum resulte em muitos e bons resultados para a sociedade como um todo. Com a união dos governantes, órgãos responsáveis e sociedade, facilita-se a implantação de novas iniciativas”, diz o bispo da Diocese de São José dos Pinhais, Dom Ladislau Biernaski.

A Prefeitura de São José dos Pinhais oferece serviços específicos a esse público no Centro de Referência à População de Rua e também uma parceria com o Centro Social Padre Arnaldo Jansen, na Cozinha Comunitária. O evento foi organizado pelo Movimento Nacional de População de Rua e teve apoio da Prefeitura de São José dos Pinhais, por meio da Secretaria de Assistência Social, da APP Sindicato Metropolitano Sul, da entidade Meninos de Quatro Pinheiros, do Ministério Público do Paraná, do Instituto de Defesa dos Direitos Humanos e do Centro Social Pe. Arnaldo Jansen.

O encontro foi finalizado com a formação de Grupos de Trabalho, onde foi realizada a construção da Carta de Recomendações do Fórum. Outros municípios do Paraná participaram do debate, como Curitiba, Campo Largo, Paranaguá, Araucária, Piraquara, Colombo e Pinhais.

Comente