Uncategorized

Governo acumula superávit de 870 milhões

De Roger Pereira de O Estado do Paraná

O secretário da Fazenda, Luiz Carlos Hauly, apresenta, na segunda-feira, no plenário da Assembleia Legislativa do Paraná, o balanço financeiro do Estado no segundo quadrimestre de 2011. Hauly explicará como o governo conseguiu, até agosto, acumular um superávit de R$ 871,7 milhões nas contas do Estado, no acumulado de oito meses.

Segundo balanço financeiro já disponível no Portal da Transparência do governo do Estado, o governo arrecadou, até agosto, R$ 16,05 bilhões, gastando 94% deste total (R$ 15,18 milhões). A receita do Estado está mais de R$ 6 bilhões abaixo do estado que tem a população mais próxima do Paraná, o Rio Grande do Sul, que, no mesmo período, arrecadou R$ 22,5 bilhões, podendo, assim empenhar mais de R$ 20 bilhões.

Depois de cair três meses consecutivos, entre maio e julho, quando atingiu um dos piores índices do ano (R$ 1,9 bilhão, mês em que gastou-se mais do que se arrecadou), a receita dos cofres públicos paranaenses teve um bom desempenho em agosto, atingindo seu melhor desempenho no ano (R$ 2,11 bilhões).

Comparado com o primeiro quadrimestre, o balanço mostra que o governo diminuiu a contenção nos gastos e passou a investir mais e poupar menos. Dos R$ 871 milhões economizados até agora, mais de R$ 650 milhões foram poupados nos primeiros quatro meses do ano.

Em junho, quando falou sobre os dados dos primeiros quatro meses de 2011, Hauly frisou que o governo está cumprindo as metas da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), mas apontou como principal dificuldade a aprovação, no final do governo passado, de gastos permanentes que sobrecarregaram os cofres públicos. Na oportunidade, o secretário frisou que a fase mais crítica (que culminou, inclusive, com a declaração de uma moratória), já havia passado e que se iniciaria a fase dos investimentos.

6 Comentários

  1. Arrecadação caiu porque o requeijão, representado pelo Sr. Vieira, seu diretor da Coordenação da Receita do Estado, proibiu os Auditores Fiscais de fiscalizar empresas no Paraná. Ai esta o resultado de tão brilhante idéia!!!

  2. O RESULTADO MAIS SE DEVE A ECONOMIA DO QUE A ARRECADAÇÃO.
    O PARANÁ ESTÁ DERRAPANDO NA CURVA.

Comente