Uncategorized

Beto pede R$ 680 milhões em emendas ao Orçamento da União

Roger Pereira do Estado do Paraná – O governo do Paraná quer tentar dobrar os R$ 720 milhões destinados ao Estado no Orçamento da União para o ano que vem. Para isso, o governador Beto Richa (PSDB) reuniu, nesta segunda-feira, a bancada federal paranaense, no Palácio das Araucárias, onde apresentou uma lista com 16 sugestões de emendas para que os parlamentares apresentem quando o Orçamento chegar à Câmara. Se contempladas, as emendas destinariam mais R$ 681,85 milhões do orçamento da União ao Paraná.

Nas propostas apresentadas pelo governo, ficou clara a prioridade para a área de infraestrutura. R$ 509 milhões iriam ou para o transporte rodoviário ou para o Porto de Paranaguá (R$ 227 milhões). “As principais demandas do País estão na área da infraestrutura e aqui não é diferente. E essas foram as nossas sugestões de emendas sabemos que cada deputado também poderá apresentar emendas próprias de acordo com sua área de atuação, como saúde, educação e segurança”, justificou o governador Beto Richa (PSDB). “São investimentos caros, mas de longo prazo. Precisaríamos até de mais”, emendou o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, que colocou o porto e as ferrovias entre as prioridades do Estado.

Coordenador da bancada paranaense, o deputado Fernando Giacobo (PR) disse que a pauta sugerida pelo governo será tema de reunião da bancada já nesta terça-feira. “Tivemos uma discussão técnica da qual eu nunca tinha participado em três mandatos. Adaptar o orçamento Estadual à disponibilidade de recursos federais é muito importante e é algo inédito”, disse.

Entre todos os estados da Federação, o Paraná é o segundo com menos recursos por habitante destinados pelo governo federal. “Tudo bem que os estados mais pobres têm que receber mais, mas essa diferença está muito grande, vamos tentar diminuir com as emendas, mas é um processo histórico, o Paraná vem perdendo há anos”, disse o secretário de Fazenda, Luiz Carlos Hauly. O deputado federal André Vargas (PT) disse que não é por culpa dos deputados que esta perda histórica vem ocorrendo. “A bancada vem fazendo muito bem seu trabalho. O que faltam são projetos para defender. Qual é o grande projeto de infraestrutura do Paraná nos três últimos governo? Já perdemos recursos certos para o porto, para a Ferroeste, por falta de projetos”, disse. “Mais que essas emendas para o orçamento do ano que vem, precisamos de grandes projetos para o Plano Plurianual dos próximos quatro anos. Senão, vamos ficar chorando de novo”, completou.

O governador garantiu que, no momento certo, o Paraná terá grandes projetos para se habilitar a receber recursos federais a partir do Plano Plurianual. “Vamos pedir em todas as áreas, mas a infraestrutura continuará sendo a prioridade. A participação do Paraná nos programas federais vai ser ampliada agora, com mais diálogo, com reuniões constantes com a bancada, com projetos”, disse Beto Richa. “Não perderemos mais recursos por ausência de projetos como aconteceu com os R$ 180 milhões para a ampliação do Porto. Vamos ter projetos para nos habilitar a todos os recursos que o governo federal disponibilizar”, completou. Ao todo, 23 dos 30 deputados federais paranaenses participaram da reunião

2 Comentários

  1. -Está aí uma boa notícia!!!
    -Independente de qual a sigla partidária, os políticos paranaenses, tem como meta, antes de tudo o Paraná em primeiro lugar!!!
    -Esta reunião entre o Governador e sua equipe de governo com a base política é importantíssima para o Estado.

Comente