Uncategorized

Ducci debate com 500 jovens do Cajuru

Mais de 500 jovens das escolas dos cinco bairros do Cajuru conversaram hoje com o prefeito Luciano Ducci sobre questões na área de educação, habitação, infraestrutura, segurança, meio ambiente e transporte durante a 2ª. Audiência Pública para a Juventude. O vice-governador Flávio Arns e o secretário da Juventude de Curitiba, Marcello Richa, participaram do encontro.

“Esta é mais uma oportunidade para debater propostas e sugestões que melhoram a vida nos bairros, dos jovens, das famílias e dos curitibanos”, disse Ducci. O encontro com jovens no Cajuru foi o segundo neste segundo semestre. Em julho, Ducci conversou com 600 estudantes no Boqueirão. Para os próximos meses, o prefeito tem outras reuniões programadas com jovens e adolescentes, nas nove administrações regionais.

Ducci, no encontro, anunciou melhorias programadas no Cajuru, como o novo Centro da Juventude Audi/União e a construção do terminal do Capão da Imbuia, e também novas obras para a cidade, como o metrô e as previstas para a Copa do Mundo de 2014. No encontro, Ducci respondeu à pergunta da estudante Jaine Czernecka, 17 anos, sobre a qualidade do serviço de saúde da cidade. “Curitiba está investindo cada vez mais em saúde, contratando mais médicos e investindo para ampliar o número de especialistas e melhorando o atendimento nas unidades de saúde”, disse o prefeito.

Em seguida, o prefeito esclareceu as dúvidas do estudante Lucas de Carvalho, 16 anos, a respeito da importância da participação dos jovens nas discussões da cidade. “Sou de uma geração que lutou pela democratização e, por isso, apoio a mobilização dos jovens em centros acadêmicos, que lutam pela sua cidade, querendo mais melhorias”, disse. O prefeito lembrou ainda que as audiências públicas com a comunidade são constantes em Curitiba e que está aberto ao diálogo com a população.

Para a estudante Jennifer Cornelsen, 16 anos, a Prefeitura acertou em fazer audiências com os jovens. “Pude perguntar diretamente ao prefeito, que me respondeu sobre as obras do metrô e também sobre outras obras na cidade. Foi uma grande oportunidade estar com o prefeito e dizer o que a gente pensa”, disse.

Outra aluna que elogiou a iniciativa da Prefeitura foi Amanda Souza, 14 anos. “Quando o prefeito chama a gente para uma conversa a gente aparece, porque, apesar de não sermos adultos, temos o que falar e pedir para melhorar a cidade”, disse.

Comente