Uncategorized

Polícia prende homem que fabricava armas

Foto: Arquivo pessoal


Jadson André e Antônio Nascimento da Banda B

A polícia de Colombo, cidade da região metropolitana de Curitiba, prendeu um homem que vinha oferecendo ameaça à população. Emílio Garrastazu Médici Gonçalves, 38 anos, tem nome de ditador e é ex-militar. Ele foi preso com uma submetralhadora de fabricação caseira, além de equipamentos para a o recondicionamento de munição.

Depois de receber várias denúncias de moradores do Jardim Monza, os investigadores foram até a residência de Gonçalves, na rua Pedro D’Agostini, e identificaram uma série de provas contra ele. Além de apreender a arma e as munições, a polícia encontrou um detalhe curioso na casa, como contou o superintendente Fioravante Perruchon.

Na oficina

“Ele tinha uma câmera fotográfica com imagens de pontos turísticos de Curitiba. Mas eram fotos diferentes, com enfoque nos telhados das casas e em torres altas”, revelou o investigador, “em meio a este material, encontramos vídeos do atentado de 11 de setembro em Nova York. Não da para concluir nada ainda, mas no mínimo é estranho”.

Gonçalves já estava sendo investigado por um homicídio e por duas tentativas. As queixas que chegavam à delegacia eram de que ele ameaçava vizinhos com frequencia. “Ele queria dar uma de Rambo, até tinha uma faca igual”, disse Perruchon. O detido foi autuado por posse ilegal de arma de fogo e por produzir, recarregar e armazenar munição ilegalmente.

2 Comentários

Comente