Uncategorized

Governo cede servidores para ajudar TRE no recadastramento

Da AENotícias:

Foto: Ricardo Almeida / AENotícias

O Governo do Paraná colocou à disposição do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) 80 servidores do quadro da Secretaria de Estado de Segurança.

Pública para auxiliar no trabalho de recadastramento biométrico de eleitores de Curitiba nos meses de novembro e dezembro. A parceria foi firmada nesta segunda-feira (17), no Palácio das Araucárias, em Curitiba, por meio de um termo de cooperação técnica assinado pelo governador Beto Richa e o presidente do TRE-PR, desembargador Irajá Romeu Matter.

O documento prevê também a utilização pelo Instituto de Identificação do Estado dos dados colhidos e armazenados pelo TRE-PR durante o processo de recadastramento biométrico. As informações registradas a partir da impressão digital do cidadão serão utilizadas futuramente para a emissão do RIC – Registro de Identificação Civil. O novo documento único – que vai substituir o RG, atribuindo a cada cidadão um número nacional baseado em suas impressões digitais – será implantado graduamente em todo o País e ainda não tem previsão de implantação no Paraná.

“É obrigação do Governo do Estado colaborar para que este grande projeto de registro biométrico seja concluído no prazo”, disse Richa. O recadastramento dos eleitores é necessário para a implantação de urnas eletrônicas com leitor biométrico, que identifica o eleitor pelas digitais, previamente cadastradas. O sistema está sendo implantado paulatinamente no País. No Paraná, apenas os eleitores de Curitiba estão sendo recadastrados. O prazo vai até 20 de janeiro de 2012.

De acordo com o presidente do TRE-PR, até o último domingo (16) foram cadastrados 665 mil eleitores da capital, de um total de 1,3 milhão. “A parceria com o Estado vai complementar o nosso quadro de atendentes e ampliar a nossa capacidade de atendimento, que hoje é de 10 mil por dia”, disse Matter.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Reinaldo de Almeida César, informou que os servidores cedidos ao TRE-PR são bombeiros da Polícia Militar e papiloscopistas do quadro da Polícia Civil. A cada mês (novembro e dezembro) trabalharão 40 pessoas. O secretário também destacou a importância do acordo para utilização dos dados, futuramente, na emissão do RIC. “A biometria é um dos requisitos para o documento único. O Paraná está criando condições para ser o primeiro Estado a implantar o sistema”, disse.

2 Comentários

  1. admilson miranda Responder

    Interessante o secretario de Segurança quer tercerizar o 190 pois falta pessoal, e agora cede 80 funcionários ao TRE ?

  2. 50 professores são cedidos à Secretaria da Cultura, Centenas de Servidores Municipais são cedidos à Área de Assistência Social (O município fazendo concurso), Milhares de funcionários do Estado são contratados por terceirizadas, ganhando salários de fome, Cargos em comissão, tendo reajuste de até 130%, tudo isso sem ter o comprometimento com a coisa pública. Cadê os concursos públicos, investimento em RH, Plano de carreira…….A ingerência em RH é notória no Estado do Paraná, cadê o Ministério Público, o ” Egrégio” Tribunal de Contas…a Constituição….

Comente