Uncategorized

STF converte inquérito contra Jaqueline Roriz em ação penal

Da Agência O Globo

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello determinou que o inquérito por falsidade ideológica contra a deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF) seja convertido em ação penal. O inquérito havia sido instaurado a partir de uma denúncia do Ministério Público Federal (MPF). O MPF acusou Jaqueline e um prestador de serviços da Agropecuária Palma Ltda – empresa de propriedade da família Roriz – de falsidade ideológica e uso de documento falso.

A acusação foi recebido pela comarca de Santo Antônio do Descoberto (GO), no Entorno de Brasília, em dezembro de 2006. Como Jaqueline foi eleita naquele ano deputada distrital, o processo foi encaminhado para o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). Em 2010, ela foi eleita deputada federal e ação foi para o Supremo.

Jaqueline Roriz é a deputada que foi absolvida pelo plenário da Câmara em agosto deste ano e teve o mandato salvo, mesmo tendo sido flagrada recebendo propina em vídeo.

2 Comentários

Comente