Uncategorized

Secretário visita Fenatran e faz contato com montadoras

Foto:Ricardo Barros com o presidente da DAF (Paccar) no Brasil, Marco Antonio Davila

Ricardo Barros com o Antonio Calcagnotto diretor da Renault, Joel Anderson diretor geral da Sinotruk e Isomar Martinichien diretor comercial da Sinotruk

O secretário Ricardo Barros esteve na noite desta quinta-feira (27) no Salão Internacional do Transporte (Fenatran), em São Paulo. A feira é o principal evento brasileiro e uma das cinco maiores do mundo na área de produtos e serviços destinados aos transportadores de cargas e operadores logísticos. Barros aproveitou a visita para fazer contato com dirigentes de montadoras e apresentar o Paraná como local para receber investimentos.


“O Governo Beto Richa busca atrair empreendimentos que gerem renda e emprego para a nossa gente. Estamos trabalhando para consolidar o pólo automotivo paranaense, que é hoje o segundo e o mais moderno do país ”, disse o secretário da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul.

Ricardo Barros visitou estandes e conversou com diversos dirigentes de montadoras, entre elas: Renault, Volvo e Paccar que já confirmaram investimentos no Paraná; Volkswagen e Sinotruk que estão em negociações com o Governo e Noma Truck e International Truck (Navstar). “Hoje temos no Paraná um dos melhores ambientes para negócios no Brasil, baseado em uma economia forte, um povo trabalhador e um Governo parceiro da iniciativa privada”, reforçou.

MONTADORAS NO PR – Há cerca de 20 dias, a montadora Renault anunciou o investimento de R$ 1,5 bilhão na planta instalada em São José dos Pinhais. O valor foi enquadrado no programa de incentivos Paraná Competitivo e vai gerar 2.000 empregos diretos, sendo que metade destes trabalhadores já estão sendo contratados.

A empresa foi mais uma do setor automotivo a confirmar o investimento no Paraná. Antes também confirmaram a japonesa Sumitomo, que vai fabricar pneus em Fazenda Rio Grande; a norte-americana Paccar, que vai produzir caminhões DAF, em Ponta Grossa; e a Caterpillar vai produzir retroescavadeiras em Campo Largo. Somam-se a elas a chinesa Sinotruk que anunciou esta semana a construção de uma fábrica no Brasil. A empresa está em negociações avançadas com o Governo do Paraná.

PARANÁ COMPETITIVO – O programa Paraná Competitivo contempla uma série de medidas de incentivos ao setor produtivo, por meio da dilação de prazos para recolhimento do ICMS, investimentos para melhoria da infraestrutura e da capacitação profissional, para tornar o Estado atrativo para novos empreendimento produtivos que gerem emprego, renda, riqueza e desenvolvimento sustentável em todo o estado.

Até o momento, o Paraná Competitivo tem confirmados R$ 7,5 bilhões em novos investimentos e outros R$ 15 bilhões estão em negociação do o Governo do Paraná.

1 Comentário

  1. Segundo pólo automotivo do país? Acho que não. Rio de Janeiro e Pernambuco devem passar à frente. São Paulo e Minas Gerais já estão à frente. Os investimentos no Rio de Janeiro somam R$ 1 bilhão da MAN/Volkswagen, R$ 2,6 bilhões da Nissan (que poderia ser nossa), R$ 3,7 bilhões da Peugeot/Citroen. Em Pernambuco tem a Fiat com investimentos de R$ 4 bilhões e talvez a Volks. Temos de brigar pela Volks, BMW, Sinotruk, NC2, senão podemos cair para o quinto pólo automotivo. Isso se não perdermos para Goiás também.
    Essa é uma crítica construtiva, portanto, Srs. Ricardo Barros, Cássio Taniguchi, Luiz Carlos Hauly, Beto Richa, vamos trazer essas empresas para cá!

Comente