Uncategorized

PF vê elevado risco de terrorismo na Copa de 2014

Essa é a avaliação do superintendente da PF em São Paulo, o delegado Roberto Troncon Filho, 49, em entrevista aos repórteres Flávio Ferreira e Silvio Navarro, publicada na Folha de S. Paulo desta quinta-feira.

“No Brasil o nível é muito baixo. Mas um evento como a Copa pode ser, sim, palco de uma agressão, não contra o povo brasileiro, mas contra uma delegação estrangeira”, disse.

Especializado no combate ao crime organizado desde 2004, Troncon Filho também criticou na entrevista as alterações no projeto de lei sobre lavagem de dinheiro e defendeu o uso de algemas em operações.

5 Comentários

  1. Sempre tive esse pensamento também, acho que o Brasil é muito fraquinho na questão da segurança, e se tratando de um evento onde muitos países estarão com suas delegações aqui, é um prato cheio para terroristas. Não acredito que essas ações terroristas sejam para atacar a presidente Dilma, uma vez que ela é amiga de todos eles, mas, poderão sim querer atingir outros países. Nunca fui á favor da copa do mundo aqui no Brasil, também tenho uns sininhos batendo na minha cabeça á esse respeito.

  2. O perigo do terrorismo perto do que está para acontecer, não é nada perto do superfaturamento no preço das obras públicas. Este, de longe, supera qualquer risco de terrorismo em anos-luz. ACarlos

  3. Murilo Álvaro Viezzer Responder

    A maluquice dos terroristas islâmicos, não tem fronteira…Estamos a mercê sim senhor…Nós e todos os “infiéis” do Ocidente…

  4. CAÇADOR DE PETISTAS Responder

    Culpa do malaco populista Lua da Silva que importou esta merda para o Brasil.
    Não aprecisamos de Copa mas sim de educação, saúde, segurança pública.

Comente