Uncategorized

Vaticano entra com ação legal contra propaganda da Benetton


Foto: Divulgação/Benetton

Da France Presse, no Vaticano

O Vaticano anunciou nesta quinta-feira que vai buscar ações legais contra a fotomontagem divulgada pela Benetton na qual o papa Bento 16 beija na boca o imã sunita de Al Azhar, anunciou nesta quinta-feira a Secretaria de Estado da Santa Sé.

“Encarregamos nossos advogados para que empreendam na Itália e no exterior as oportunas ações legais para impedir a circulação nos meios de comunicação da fotomontagem realizada no âmbito de uma campanha de publicidade da Benetton”, anunciou o Vaticano em uma nota oficial.

Na quarta-feira, o grupo italiano Benetton anunciou sua decisão de retirar de circulação uma campanha publicitária mostrando com a fotomontagem.

As relações entre o Papa e o imã de Al Azhar são difíceis, principalmente depois que Bento 16 expressou solidariedade às vítimas do atentado que fez 21 mortos numa igreja de Alexandria, no dia 1º de janeiro passado.

A peça publicitária inclui, também, um beijo trocado entre Hugo Chávez e Barack Obama, em nome da luta “contra o ódio” e uma cena tórrida entre Barack Obama e o presidente chinês, Hu Jintao, colocada primeiramente em um banner diante da catedral de Milão.

Mas a foto de Bento 16 e o imã egípcio, foi considerada a mais polêmica das outras seis montagens nas quais aparecem outros chefes de Estado ou de governo na mesma posição carinhosa, como a troca de beijos calorosos entre Nicolas Sarkozy e Angela Merkel e entre Mahmoud Abbas e Binyamin Netanyahu.

“Lembramos que o sentido desta campanha era exclusivamente combater a cultura do ódio sob todas as formas”, comentou, em comunicado, um porta-voz do grupo.

A nova campanha da United Colors of Benetton, chamada “Unhate” (“não ódio”), foi apresentada, oficialmente, no início da tarde de quarta-feira, por Alessandro Benetton, vice-presidente do Benetton Group, em Paris.

O Vaticano reagiu imediatamente à campanha considerando a publicidade “uma falta de respeito grave ao Papa”.

O grupo Benetton e seu fotógrafo Oliviero Toscani tornaram-se célebres por suas fotos provocadoras nos anos 90, entre elas a de uma irmã de caridade sedutora, que se apresenta vestida num hábito branco beijando um jovem padre de batina preta.

12 Comentários

  1. Campanha contra o ódio sim, mas respeitando cada ser humano, pois nem todo mundo precisa ser gay para amar os demais, isto para a igreja católica representa algo que não o amor, mas simbiliza o homosexualísmo. Vamos respeitar ao próximo para podermos exigir o fim do ódio contra qualquer tipo de preconceito.

  2. . O dono e o grupo da BENETTON, devem ser presos e trancafiados na cadeia.

    . Porque são gays, se acham no direito de desrespeitar os outros c/ esse tipo de publicidade.
    . Esse Alessandro deve ser uma ‘gayzona’ desvairada.

  3. A Benetton, vai vender muito menos depois dessa anti-propaganda. Eu nunca teria coragem de comprar nada dessa marca, depois dessa, isso nojento, e com ares de homosexualismo.

  4. Nessa a Benetton forçou a amizade… Ridícula campanha.
    o OSSOBUCO deve ter adorado, essas imagens lhe fazem bem.

  5. Não gostei da campanha e não acredito que esse tipo de enfoque venha ajudar no combate ao ódio.

    Pois, já nasce usurpando direitos, expondo pessoas, além de passar uma mensagem mentirosa. Afinal, o que está sendo retratado é o nada querendo ser alguma coisa.Porém, de maneira errada, montada: uma farsa.

    Serve para polemizar e até conturbar, como bem diz o Papa Bento 16. Não ajudou em nada. Querem fazer marketing, aparecer, plemizarcom contribuição zero para a sociedade.

  6. Esqueçam quem são os personagens.
    Utilizar a imagem de qualquer pessoa em propaganda, sem a sua autorização, é crime.
    Expor ao ridículo é inaceitável.
    Esta empresa adora sensacionalismo. deveria se preocupar é com seus produtos e como são produzidos.

  7. Campanha contra o ódio com base no desrespeito às crenças da maioria.
    Só serve para gerar mais preconceito contra homossexuais, ou o publicitário que bolou esse lixo acha que católicos e muçulmanos vão achar bonito suas autoridades religiosas serem retratadas num beijo gay.
    Se essa imagem retrata o pensamento gay, começarei a ver essas pessoas como indivíduos sem qualquer respeito ou tolerância por aqueles que não compartilham da sua “opção sexual”. Combate a intolerância com intolerância. Péssimo exemplo Benetton!

Comente