Uncategorized

Justiça suspende fiança de jovem que atropelou criança em racha

Criança de 11 anos morreu após ficar internada no interior do Paraná.
Fiança de R$ 2,5 mil foi convertida em prisão preventiva.

Bibiana Dionísio Do G1 PR

A juíza da Vara criminal de Arapongas, no norte do Paraná, terminou neste sábado (20) que a fiança estipulada para o jovem que atropelou um garoto de onze anos durante um racha fosse suspensa e, em seguida, decretada a prisão preventiva para o suspeito.

Antes, como explicou ao G1 o delegado Walter Helmut, para reconquistar a liberdade, o jovem precisava apenas pagar a fiança de R$2,5 mil. Agora, ele deve recorrer à Justiça com um pedido de habeas corpus.


O garoto morreu na noite de sexta-feira (19). Ele teve uma parada cardíaca e não resistiu. Além do jovem de 21, que trabalha como ensacador em uma empresa agrícola, outros dois homens participaram do racha. Mas apenas o jovem vai responder pela morte da criança. De acordo Helmut, o inquérito deve ser concluído, no máximo, até terça-feira (22).

Os outros dois envolvidos serão indiciados por direção perigosa. Helmut avaliou que eles não influenciaram na conclusão do acidente. “Quem causou a lesão na vítima foi o jovem”, argumentou o delegado.

O crime de direção perigosa é considerado de menor potencial.

Comente