Uncategorized

Acusado de matar Telma Fontoura será julgado amanhã


Telma Fontoura foi morta em julho de 2010 na praia de Shangri-lá

do Bem Paraná

Nesta quarta-feira (23) será julgado Paulo Estevão de Lima, acusado de ter assassinado Telma Fontoura, sobrinha do ator global Ary Fontoura. O julgamento acontece no Tribunal do Júri de Matinhos, no litoral do Paraná, às 9 horas. Telma era psicóloga e professora da PUC/PR e foi assassinada no dia 10 de julho de 2010, quando saiu para caminhar na praia de Shangri-lá.

Segundo a polícia, no meio de sua caminhada, Telma foi abordada por Paulo Estevão que a estrangulou até asfixiá-la.

A defesa será realizada pelo advogado Cezar Giovani Ferreira da Silva e, a acusação é composta pelos advogados da família da vítima, Dr. Luiz Martins, e Dra. Patrícia Regina Piasecki.

A previsão é de um júri longo, com duração aproximada de pelo menos 15 horas. A defesa sustenta a ausência de provas suficientes, adotando a tese de negativa de autoria. A acusação afirma não ter dúvidas quanto a autoria do crime e, promete comprovar amanhã no julgamento que Paulo Estevão matou e enterrou Telma Fontoura na praia de Shangri-lá.

Ary Fontoura, tio de Telma deve comparecer no julgamento.

3 Comentários

  1. Kauane Mascarello Responder

    Caso da Psicologa Telma.
    Condenado a 18 anos de prisão sem provas!!!
    O Delegado que implantou as provas está morto.
    O acusado é pobre e musico. Ele dava aulas de violão gratuitas para crianças carentes no Sesc/Praça do Carmo em Curitiba…
    A vitima era rica e de familia influente na Capital Paranaense. A justiça dos homens foi feita….

  2. Condenado por apenas 18 anos.
    Viciado em drogas, ladrão e assassino. Esse é Paulo Estevão.
    Escutei da boca dele após o julgamento “Aconteceu o que tinha que acontecer”, em nenhum momento do julgamento houve comoção por parte dele, uma pessoa fria e calculista, perfil de psicopata.

Comente