Uncategorized

Aumenta procura pela primeira carteira de motorista após anúncio de novos valores


Novos preços começam a valer para processos iniciados em 2012.
Preocupação é com a demanda dos teste teóricos e poucos examinadores.

Do G1

A procura para fazer a primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH) tem aumentado, depois que o Governo do Paraná anunciou que vai subir as taxas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). A medida começa a valer em janeiro de 2012, mas quem der a entrada no processo ainda em dezembro vai pagar mais barato.

Com o aumento da procura, a preocupação é com a demanda dos teste teóricos. Em Londrina, no norte do estado, são apenas quatro examinadores para mais de dois mil pedidos de novas carteiras. E a estimativa é que agora este número suba pelo menos 60%.

Em Maringá, também são apenas quatro examinadores. Segundo o chefe da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) da cidade, Ideval de Oliveira, hoje o aluno espera mais de um mês para fazer o teste prático, depois de ter concluído a parte teórica.

Nas auto escolas as pilhas de processos de CNH estão cada vez mais altas. A expectativa é de que o valor, hoje em torno de R$ 1 mil, chegue a até R$ 2 mil. “Se não dobrar, o valor vai chegar perto do dobro”, disse Lúcia Scheiffer, dona de uma auto escola .

3 Comentários

  1. Pelos valores que vão cobrar com certeza o Detran terá caixa para contratar novos funcionários( por concurso público é claro..). Aliás este aumento na demanda já era previsto ao promoverem o aumento das taxas…ou não???

    Já que a população paranaense não pode fazer mais nada a respeito, pois os governistas garantiram a vitória, agora cabe ao Governador, deputados e Diretor geral do DETRAN, GARANTIREM A “EXCELENTE QUALIDADE NOS SERVIÇOS E ATENDIMENTOS'”…é o mínimo que devem fazer aos que procurarem o Detran em Ctba, e Ciretrans no estado.

  2. Douglas Benício Responder

    Aumento de taxas no Detran = vergonha alheia do Paraná.

    E ainda tem blogueiros infelizes e nefastos como este que defendem o aumento.

    Nao sei como voce tem moral de dizer “política por debaixo dos panos”

Comente