Uncategorized

Vereador flagrado recebendo salário de assessor sai da cadeia

Ex-presidente da Câmara de Guarapuava (PR) foi preso em outubro. Admir Strechar também é investigado por contratações irregulares.

Do G1 PR, com informações da RPC TV

O ex-presidente da Câmara de Vereadores de Guarapuava (PR), Admir Strechar (PMDB), deixou a cadeia na sexta-feira (9). Os advogados de defesa conseguiram a concessão de um Habeas Corpus na quinta (8), mas apenas na tarde de ontem um juiz do município assinou o alvará de soltura.

Strechar estava preso desde o dia 25 de outubro, quando foi flagrado recebendo metade do salário de um assessor. Ele também é investigado pelo Ministério Público por contratações irregulares de funcionários no Legislativo de Guarapuava. Em novembro, ele foi afastado do cargo pela Justiça até o julgamento.

Durante o período em que ficou preso, Strechar foi flagrado utilizando um tablet com suposto acesso à internet dentro da cela. Os bens do ex-vereador estão bloqueados pela Justiça.

Comente