Uncategorized

Paraná tem 9 cidades entre as cem mais violentas do país

O Instituto Sangari divulgou nesta quarta-feira (14) o Mapa da Violência no Brasil, com números relativos principalmente à última década. O estudo aponta as 200 cidades brasileiras mais violentas.

O Paraná tem três municípios entre os dez com maiores índices de homicídio, e tem nove na lista dos 100 mais. O ranking leva em conta os crimes registrados entre 2008 e 2010.

Campina Grande do Sul, cidade de 37 mil habitantes na região metropolitana de Curitiba (RMC), registrou 48 homicídios em 2010, ficando com taxa de 130 homicídios para cada 100 mil habitantes, a segunda maior do País. A primeira do ranking nacional é Simões Filho, na Bahia.

Guaíra,a fronteira com o Paraguai, aparece em quarto no ranking nacional, com taxa de 112,8 homicídios para cada 100 mil habitantes. A terceira cidade paranaense entre as dez mais violentas é Piraquara, na RMC, com taxa de 90,8.

6 Comentários

  1. E lemantavél que ainda sim a Policia Civil do Paraná esteja sendo coloda em 2 plano, mais de 51 dias o Estatuto da Policia Civil esta na SESP sendo que já deveria estar na ALEP para ser votado. E um descaso com os policiais civis que tanto fazem para combater a criminalidade, com baixo efetivo, com obrigações de cuidar de preso, que é da Secretária de Justiça, e ainda desvalorizam os policiais pagando pessimos salários, exige-se nível de 3 grau, mais a tabela é de nível de 2 grau, isso ocorre há muito tempo.

  2. Governador Beto Richa, a Seguranca Pública do Paraná esta nas mãos de amadores, não adianta esconder o sol com a peneira. Por que não divulgar o índice de assassinos identificados e presos. MUDA BETO, pois o povo pode te mudar, a Gleice vem aí.

  3. Pouca vergonha o que fizeram com a segurança pública do nosso estado e principalmente da capital e RMC. Dá vontade de chorar, viu!?

  4. É O RESULTADO OFICIAL DO DESARMAMENTO.
    A Bandidagem sabe que os homens e mulheres de bem,não podem portar uma arma.Assim praticam qualquer crime sabendo que não encontrarão resistência. Cuidado em se defender, vc pode virar criminoso. Mas vai levar a vantagem de ser amparado pelo”DIREITOS
    HUMANOS” e tanto vc e sua família terão toda a proteção do ”GOVERNO”. BRASIL PAÍS DA IGUALDADE.

  5. Rodrigo M. Mansur Reply

    Aqui em Piraquara, isso se deve à impunidade, quando se registra uma ocorrência na polícia civil simplesmente não passa dali, fui agredido em meu estabelecimento a um ano atrás, os moradores da região pegaram o sujeito e seguraram até a chegada da polícia militar, que o prendeu, o encaminharam para a polícia civil, foi solto, e não há nenhum registro mais contra este cidadão. A impressão que tive, é que houve alguma espécie de acerto entre eles.
    Tive que ir até o IML para fazer exame de lesões corporais, onde me informaram que na outra semana já estaria disponível na delegacia de Piraquara, estou com o protocolo deste exame até hoje, e eles não me entregam alegando que não acham. Acho estranho algo simplesmente sumir de uma delegacia.
    Passados três meses, este mesmo rapaz que me agrediu, agrediu o próprio vizinho que foi derrubado por ele e atingido na cabeça por uma pedra, onde quase veio a falecer, e novamente, foi preso por menos de uma semana e está solto andando pra lá e pra cá.
    Com uma impunidade dessa, este tipo de “pessoa” vai sempre se sentir a vontade para agredir, matar, roubar, estuprar… Enfim… É um vergonha isso.

Comente