Uncategorized

Alvaro Dias faz críticas ao governo Dilma

Hoje (21), no plenário do Senado, o senador Alvaro Dias, fez um “balanço crítico” do primeiro ano de gestão da presidente Dilma Rousseff publicado pela Comissão Executiva do PSDB.

Segundo o documento, as medidas de austeridade e eficiência exigidas pelas turbulências econômicas internacionais se tornam impossíveis “quando pedaços do estado são entregues a partidos e facções políticas para serem usados como agências arrecadadoras”.

O texto afirma que o governo “é refém de uma base na qual políticos, sindicalistas, donos de ONGs e amigos empresários se acotovelam diante dos guichês pagadores da união”, motivo pelo qual não consegue desacelerar a “disparada insustentável” dos seus gastos.

– O governo adia investimentos essenciais para honrar compromissos de expansão do gasto corrente assumidos no clima de euforia pré-eleitoral – afirmou o parlamentar.

O senador acrescentou que os juros dos títulos públicos brasileiros ainda são os mais altos do mundo e deverão custar ao país mais de R$ 240 bilhões este ano, ou quase 6% do Produto Interno Bruto (PIB).

23 Comentários

  1. CAÇADOR DE PETISTAS Responder

    Óbvio, um governo comprometido com os corruptos. Nunca antes neste pais, houve tanta corrupção, “sem punição”. Este é um governo de mentira, um governol que protege ladrões do dinheiro público, um governo liderado “ainda”, por Lula da Silva, com laçoes extreitos com Chaves, Fidel e outros pelegos COMUNISTAS. Este é o governo do PT. Os brasileiros devem acordadr para esta maldição úrgentemente.

  2. Capão da Imbuía Responder

    DE NOVO !!!! HAJA ENGOV !!!! o cara não cansa…..segundo o PB ele não declarou as viagens de jatinho durante a campanha para o senado. Então, prá santo não serve.

  3. uma lástima a existência pública deste senhor!
    mais uma vergonha política para o Paraná!
    como se não bastasse o tarja preta!

  4. SERGIO SILVESTRE Responder

    O ALVARO É ESPECIALISTA EM DESMONTE DA NAÇÃO,EM FRACIONAR EM PEDAÇOS.
    ESSA PRATICA VEM DOS TEMPOS DOS GARFADORES DA AV PAULISTA,ONDE OS TUCANOS FIZERAM FORTUNAS.
    FICAR DEFENDENDO ESSE POVO FICA ATÉ PATETICO.

  5. jorge fotografo Responder

    A propósito: ele comentou alguma coisa sobre a PRIVATARIA TUCANA??? Ele poderia também comentar sobre a diferença de tratamento dado às crises por FHC x Lula, e óbvio: a diferença nos resultados obtidos pelos 2 modelos adotados…

  6. É, acho que a turma do PSDB quando governou o Brasil deixou o pais em melhores condições que estamos hoje. Os modernos conceitos de gestão do PSDB devem ser seguidos pela Dilma! kkkkkkkkkk
    Vai procurar q caminhão te derrubou, mané!

  7. De onde que o nosso Senador arrumou a expressão “Agência Arrecadadora” !
    Ao criar sinônimos parece estar amenizando uma prática que foi, que é, e se não tivermos uma postura contundente, continurá sendo, o mais puro e sigelo roubo de dinheiro público.
    As vezes chego a pensar que o rabo é que balança o cachorro…..

  8. Alvaro Dias, sempre esta na mídia nacional, com seriedade e firmeza no que diz, e dá muito orgulho à nós Paranaenses.

  9. José C. Cassiano Responder

    Tem toda razão Senador Alvaro, o nosso Brasil esta loteado aos apadrinhados, corregionários, partidos, sugando o povo brasileiro.

  10. S Y N F R O N I O. Responder

    Meu caro Fabio Campana

    Alem das críticas, que eu acho válidas em um governo , o Nobre senador do
    Parana, fez mais alguma coisa de util, pelo povo.

  11. Pelo menos alguém da oposição cobra. Realmente o governo não fez absolutamente nada. Ou fez. Privatizou algumas estradas, nas quais passaram a morrer mais pessoas depois disso e os aeroportos, que estão desabando por má gestão. Além é claro das quadrilhas nos ministérios. E vamos em frente porque atrás vem petista fazendo arrastão.

  12. ARLINDO VIEIRA DOS SANTOS Responder

    Alvaro dias, indiscutivelmente, independente de´partido, é o melhor senador do Brasil na atualidade. Vieira

  13. antonio francisco da silva Responder

    Ele está em desespero,pois durante toda sua vida não fez outro coisa a não ser mamar nos cofres publicos,portanto,em fim de carreira,no parana não ganha nem para sindico de seu predio.Fala alvaro! Faz bem para o ego.

  14. Vigilante do Portão Responder

    Acho estranho esse turmedo PT e cia falar emPprivataria Tucana.

    Falaram, falaram, ao assumir o governo NÃO DESFIZERAM NENHUMA, muito pelo contrário,

    O filho do Lula, ganhou uma BOLADA, vendendo joguinhos para a Telefônica (privatizada).

    Aliás,

    Estamos usando a INTERNET, pois a PRIVATARIA investiu em comunicação.

    Caso estivesse nas mãos da embratel e das TELES estatais, Teríamos INTERNET?

    Lembrando:

    Quando era Pública, antes da “privataria”, um telefone custava U$2mil.

    Eu mesmo, quando cheguei em Curitiba, 1990, paguei R$2.mil pela linha. Caso contrário, ficaria 24 meses falando do orelhão.

    As Siderúrgicas,

    Não pagavam impostos,

    Depois de privatizadas,

    MULTIPLICARAM a produção,

    Deram milhares de empregos e

    Pagam BILHÕES em TRIBUTOS.

    Alguns panacas, preferiam o modelo anterior.

    Nem o PT fala em estatizar nada.

    A Dilma vai PRIVATIZAR Aeroportos e mudar o regime dos POrtos.

    No conceito de alguns blogueiros, é PRIVATARIA ou não é?

  15. Este Senador do PSDB não sabe fazer outra coisa a não ser criticar.
    O que ele tem a dizer sobra os recursos da Câmara de Curitiba comandada pelo PSDB terem sido entregue a familha do Deroso do PSDB?
    Os vereadores que parecem cegos e não viram irregularidades não deveriam ser investigados juntamente com o Deroso?

  16. curitibano inguinorante Responder

    Até hoje eu não sei quanto o Álvaro levou na privatização da Telepar

  17. Que é o que é moleque de ladeira de calças curtas que cuida da vida alheia e anda com os fundilhos de fora a mostra de que foi no passado sem lisura desacantonado de suas costumas de defesa.

  18. SENADOR.

    Continue cumprindo a sua missão de combate á corrupção. O PT, não gosta disso, não gosta de oposição ´pois, que se perpetuar no poder, assim são os COMUNISTAS.

Comente