Uncategorized

Longe da Câmara

Por Lauro Jardim

Se Dilma Rousseff dependesse de Paulo Maluf para aprovar as matérias na Câmara, a vida da governo seria mais do que complicada. Dados da Casa mostram que Maluf faltou a 47 das 107 votações que a Câmara realizou em 2011.

Maluf também não deu as caras em sessenta das 131 reuniões realizadas nas comissões. Ele justificou as faltas no plenário. Já nas comissões… Maluf faltou dezessete vezes sem justificativa.


9 Comentários

  1. sergio silvestre Responder

    Maluf,fhc,sarnei,dá quase dois seculos e meio,e esse povo não desencarna,que falta de sorte para o pais.

  2. Bem feito para os otários eleitores pailistas, que insitem em votar nesse pilantra do PP.

  3. Parreiras Rodrigues Responder

    Sua presença no Congresso deve-se à necessidade de auto-defesa.

    A PM interessa tão somente a imunidade parlamentar.

    A impunidade que ele consegue subvencionando regiamente os seus julgadores, incentiva também desde o ladrão de botijão de gás de fundo de quintal ao quadrilheiro de bancos.

  4. O Maluf é que está certo, ir ou não ir sempre deu na mesma. Aí como está lá só pra fugir da Justiça, fica em casa gozando a grana ganha daquele jeito esquisito. ACarlos

  5. Com tantas denuncias contra políticos ainda querem que eu continue
    votando… Esta cambada de vagabundos deveriam estar na cadeia.
    Meus pêsames para os idiotas de eleitores que ainda votam nesta gen-
    te !!!

  6. Parreiras Rodrigues Responder

    FHC goza de boa saúde, Sérgio Silvestre.

    Já o seu líder não incluído entre os que não desencarnam, a exemplo de cumpaneros de países deste canto do globo, estão a perigo.

    Cuide da sua tropa.

    Foi Lula quem resgatou Sarney, esquece-se?

  7. sergio silvestre Responder

    Todos eles resgataram o sarnei Parreiras,só que o fhcem vez de governar,se tratou,tomou bons vinhos,de vez de vender o brasil lá fora,viajava para paris.Este vai viver cem anos,já o Lula é outra historia,vai ter caixa infelismente para uns setenta…tomara que eu esteja errado.

Comente