Uncategorized

Ducci deve ter maior tempo no rádio e TV

Com o cenário da campanha pela prefeitura de Curitiba este ano sinalizando uma disputa bastante acirrada, a divisão de tempo no horário eleitoral gratuito de rádio e televisão se torna ainda mais decisivo. E tudo indica que o prefeito Luciano Ducci (PSB), pré-candidato à reeleição, deve levar vantagem nesse quesito sobre os demais concorrentes. Isso porque com o apoio das máquinas municipal e do governo do Estado, Ducci tende a atrair o maior número de partidos para sua coligação.

A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão começa no dia 21 de agosto. E a divisão do tempo é feita com base na representatividade de partidos e coligações no Congresso Nacional. Ou seja, quem tem as maiores bancadas eleitas em 2010 para a Câmara Federal tem direito a mais tempo no “palanque eletrônico”.

Além do PSB, seu partido, Ducci já recebeu sinalização de apoio de pelo menos outros cinco partidos: o PSDB do governador Beto Richa, o Democratas, o PP, e os pequenos PSDC e PRB. O PSD, nova legenda criada recentemente, também tem dado admitido a intenção de juntar-se à aliança de situação. Só que por ter sido criada após as eleições de 2010, o partido a princípio teria direito somente a um tempo mínimo reservado a pequenas siglas. Por conta disso, a direção do PSD tenta, na Justiça, obter direito a um tempo maior, proporcional à sua bancada, que com 55 deputados, é a terceira maior da Câmara Federal.

No PTB, o deputado estadual Fábio Camargo tem colocado seu nome como pré-candidato. Mas a direção estadual do partido já anunciou a intenção de também apoiar Ducci.

Nas eleições municipais deste ano nas segundas, terças e sextas-feiras o horário eleitoral será destinado aos candidatos à prefeito das cidades, com duração de 30 minutos. Desse total, 20 minutos são divididos com base nas bancadas dos partidos na Câmara Federal. Os outros 10 minutos são divididos igualmente entre os candidatos e partidos.

Com base nessas regras, caso Ducci consiga confirmar o apoio de PSDB, DEM, PP, PSDC e PRB, além do seu PSB, ele teria direito a 13 minutos e 33 segundos, ou quase metade do tempo disponível nos blocos da propaganda de rádio e TV.

O principal concorrente do prefeito, o ex-deputado federal Gustavo Fruet, só tem até agora a garantia de apoio de seu novo partido, o PDT, com direito a 1minuto e 51 segundos. Além disso, a ala majoritária do PT paranaense, que inclui a chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, manifestou intenção de apoiá-lo. Com a maior bancada federal, o PT acrescentaria 4minutos e 16 segundos ao tempo da propaganda de Fruet, o que lhe daria um total de 6 minutos 07 segundos.

O deputado federal Ratinho Júnior (PSC), que aparece nas últimas pesquisas de intenção de voto em empate técnico com Fruet e um pouco à frente de Ducci, tem afirmado manter negociações adiantadas para atrair o apoio de PR, PT do B, PHS e PC do B. Caso essa coligação se confirme, Ratinho teria pouco mais de 7 minutos e 20 segundos na propaganda gratuita.

O PMDB, presidido na Capital pelo senador Roberto Requião, tem sinalizado para o lançamento da candidatura do deputado estadual Rafael Greca, apesar de uma ala do partido não esconder a preferência por uma coligação com o prefeito. Sozinho, a legenda teria 3minutos e 52 segundos.

O PPS, que anuncia a pré-candidatura da vereadora Renata Bueno, teria também sozinho 1 minuto e 18 segundos. O PV, que chegou a convidar Fruet para se filiar ao partido, estuda a possibilidade de lançar o deputado estadual Roberto Aciolli como candidato próprio da legenda. Sozinho, o partido teria pouco mais de 1 minuto e 23 segundos.

AGENDA

Calendário eleitoral 2012 até o início da propaganda no rádio e TV

• 05 de março Último dia para o Tribunal Superior Eleitoral expedir as instruções relativas às eleições de 2012
• 07 de abril Data a partir da qual todos os programas de computador de propriedade do Tribunal Superior Eleitoral, desenvolvidos por ele ou sob sua encomenda, utilizados nas urnas eletrônicas e nos computadores da Justiça Eleitoral para os processos de votação, apuração e totalização, poderão ter suas fases de especificação e de desenvolvimento acompanhadas por técnicos indicados pelos partidos políticos, pela Ordem dos Advogados do Brasil e pelo Ministério Público.
• 10 de abril Data a partir da qual, até a posse dos eleitos, é vedado aos agentes públicos fazer, na circunscrição do pleito, revisão geral da remuneração dos servidores públicos que exceda a recomposição da perda de seu poder aquisitivo ao longo do ano da eleição.
• 09 de maio Último dia para o eleitor requerer inscrição eleitoral ou transferência de domicílio.
üÚltimo dia para o eleitor que mudou de residência dentro do Município pedir alteração no seu título eleitoral.
üÚltimo dia para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicitar sua transferência para Seção Eleitoral Especial.
• 26 de maio Data a partir da qual é permitido ao postulante à candidatura a cargo eletivo realizar propaganda intrapartidária com vista à indicação de seu nome, vedado o uso de rádio, televisão e outdoor, observado o prazo de 15 dias que antecede a data definida pelo partido para a escolha dos candidatos.
• 05 de junho Último dia para a Justiça Eleitoral enviar aos partidos políticos, na respectiva circunscrição, a relação de todos os devedores de multa eleitoral, a qual embasará a expedição das certidões de quitação eleitoral.
• 10 de junho Data a partir da qual é permitida a realização de convenções destinadas a deliberar sobre coligações e escolher candidatos a prefeito, a vice-prefeito e a vereador.
• Data a partir da qual é vedado às emissoras de rádio e de televisão transmitir programa apresentado ou comentado por candidato escolhido em convenção.
• Data a partir da qual os feitos eleitorais terão prioridade para a participação do Ministério Público e dos juízes de todas as justiças e instâncias, ressalvados os processos de habeas corpus e mandado de segurança.
• Início do período para nomeação dos membros das mesas receptoras para o primeiro e eventual segundo turnos de votação.
• Último dia para fixação, por lei, dos limites de gastos de campanha para os cargos em disputa, observadas as peculiaridades locais.
• Data a partir da qual é assegurado o exercício do direito de resposta ao candidato, ao partido político ou à coligação atingidos, ainda que de forma indireta, por conceito, imagem ou afirmação caluniosa, difamatória, injuriosa ou sabidamente inverídica, difundidas por qualquer veículo de comunicação social.
• Data a partir da qual, observada a realização da convenção partidária, até a apuração final da eleição, não poderão servir como juízes eleitorais nos tribunais regionais, ou como juiz eleitoral, o cônjuge ou companheiro, parente consanguíneo ou afim, até o segundo grau, de candidato a cargo eletivo registrado na circunscrição.
• 11 de junho Data a partir da qual, se não fixado por lei, caberá a cada partido político fixar o limite de gastos de campanha para os cargos em disputa e comunicá-lo, no pedido de registro de seus candidatos, à Justiça Eleitoral, que dará a essas informações ampla publicidade.
• 30 de junho Último dia para a realização de convenções destinadas a deliberar sobre coligações e escolher candidatos a prefeito, a vice-prefeito e a vereador.
• 1º de julho Data a partir da qual é vedado às emissoras de rádio e de televisão, em programação normal e em noticiário:
• transmitir, ainda que sob a forma de entrevista jornalística, imagens de realização de pesquisa ou de qualquer outro tipo de consulta popular de natureza eleitoral em que seja possível identificar o entrevistado ou em que haja manipulação de dados;
• veicular propaganda política;
• dar tratamento privilegiado a candidato, partido político ou coligação;
• 5 de julho Último dia para os tribunais e conselhos de contas tornarem disponível à Justiça Eleitoral relação daqueles que tiveram suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável e por decisão irrecorrível.
• 6 de julho Data a partir da qual será permitida a propaganda eleitoral, bem como comícios.
• 7 de julho Data a partir da qual são vedadas aos agentes públicos nomear, contratar ou de qualquer forma admitir, demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens ou por outros meios dificultar ou impedir o exercício funcional e, ainda, ex officio, remover, transferir ou exonerar servidor público, na circunscrição do pleito, até a posse dos eleitos, sob pena de nulidade de pleno direito, ressalvados os casos de nomeação ou exoneração de cargos em comissão e designação ou dispensa de funções de confiança; nomeação para cargos do Poder Judiciário, do Ministério Público, dos tribunais ou conselhos de contas e dos órgãos da Presidência da República; entre outros.
• 21 de agosto Início do período da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.

8 Comentários

  1. salete cesconeto de arruda Reply

    Danou-se!
    Tempo é bom quando se tem o dom da oratória. Ficar fazendo desenho já não cola. Se eu fosse o Ducci me preocupava mais em ouvir a população do que arregimentar quem se acha líder.
    Avisado está.
    Se quiser ouvir estamos aí esperando a reunião já solicitada em 2011.
    Poderemos encerrar a discussão sobre os MACACOS se ele tiver outra solução para o inferno em que fomos jogados na gestão anterior e agora na mudança de horário de carga e descarga sem falar com a comunidade.
    Sabia Fábio que rasgaram o compromisso assinado em ATA COM A COMUNIDADE?
    Pois é.
    E depois querem ganhar eleição…

  2. Pra dizer o quê!!! Ganhou mandato tampão. Não fez nada que possa apresentar de bom…Vai tentar justificar a greve da saúde, ou o péssimo serviço prestado!?
    Vai usar esse tempo todo para explicar sua incompetência!?!?!?

  3. CAÇADOR DE PETISTAS Reply

    SALETE, é ´por isso então que você é uma desocupada?

  4. CAÇADOR DE PETISTAS Reply

    SALETE, é ´por isso então que você é uma desocupada? Lembrando:
    No PARANÁ, o PT não elege Prefeito nem Governador aliás, se for com meu voto, não elege nem Presidente de Bairro..

  5. Salete, mas quem será ator no horário do Ducci é o Beto…. Filminho e novelinha…

    Por favor, publiquem minha opinião!!!

  6. chapéu federal Reply

    Ducci esteve entregando as chaves dos aptos no jardim aliança minha casa minha vida, recursos do governo federal. Com isso tenta popularizar se, porém, com o chapeu alheio. A mobilização na região foi algo incomparável, mais de 50 veiculos da prefeitura, guarda municipal, dois carros de segurança etc, objetivando chamar atenção.
    A prefeitura já utiliza a máquina para destacar o prefeito, e a todo modo tentar iludir, enganar, o povão, do mesmo modo como fez o Sr. Beto Richa hipnotizar, dominar, para manter se no poder.

  7. CarlÃO DO POVO Reply

    Luciano Ducci vc vai ser sim o nosso Prefeito ,cotinue assim serio trabalhador, não adianta falar muito. continue assim.

  8. salete cesconeto de arruda Reply

    Caçador
    Como dizia minha avó: desocupada deve ser a sua mãe!
    Salvo que ela não esteja aposentada. Nesse caso tem que ficar limpando suas caquinhas.
    Deixa de ser bobinho piá!
    Acorda!
    Vai ler o livro do Amaury e enfrentar homem do seu tamanho. Parece que seu problema é com mulher. Não o vejo ofendendo homens como faz com as mulheres.
    O que está pegando?
    Em tempo: não se desespere com o PT. Eu nem sou filiada. Mas te confesso que sou simpatizante. E você o que é mesmo? És tucano? Se for vai acabar levando umas bicadas. A turma boa do PSDB é intelectual e não gosta de comentários ofensivos ou bobos. Acorda rapaz!

Comente