Uncategorized

Fantástico denuncia fraude de combustível
no Paraná

Reportagem no programa Fantástico deste domingo, dia 9, revelou fraude nos postos de combustíveis em São Paulo, Rio de Janeiro e no Paraná.

No golpe, o consumidor compra o combustível e não leva tudo o que paga e nem desconfia do golpe. Para o teste, Fantástico contou com um equipamento especial para o carro da reportagem. É um tanque de combustível de 20 litros, o volume padrão regulamentado para testes. Ele é todo transparente, para que você possa acompanhar em tempo real o roubo no posto de gasolina.

Em São Paulo e no Rio de Janeiro, os técnicos constataram o golpe. Em São Paulo, um posto botou a menos 1.350 ml de gasolina, além de vender gasolina adulterada com maior porcentual de álcool que o recomendado. “Foi constatado 64% de teor de etanol na gasolina. Isso é irregular. O máximo é 21%”, disse o coordenador técnico Evair Missiaggia na reportagem. Em um dos postos testados pelo Fantástico, no Rio de Janeiro, a situação é pior ainda. A fraude chegou a 12%. Significa que para encher um tanque de 50 litros, o consumidor é roubado em seis litros.

No Paraná, para investigar o submundo do mercado de combustíveis no Brasil, o repórter Eduardo Faustini assumiu o comando de um posto que fica em uma das principais ruas de Curitiba durante dois meses. Lá ele recebeu todo tipo de proposta para golpes. Conseguiu comprar etanol por um preço abaixo do mercado e sem nota. Em dois postos, a reportagem também flagrou roubo na quantidade de combustível vendido ao consumidor.

Em vários postos flagrados roubando o motorista, a reportagem do Fantástico ouviu o mesmo nome de um técnico em manutenção. O repórter Eduardo Faustini, no papel de dono de uma rede de postos interessada na fraude, faz contato com Cléber. E, sem saber que estava sendo gravado, Cléber Salazar foi ao posto fechado e entregou a fraude, chamada de bico:

Repórter: Gastaria quanto por todas?
Cléber: É por bico, que lá a gente pega por bico.
Repórter: Faz o cálculo aí mais ou menos.
Ele faz o cálculo. Cada bico fraudado custa R$ 5 mil.
Cléber: R$ 90 mil! R$ 90 mil para instalar uma fraude acionada por controle remoto. A placa é o circuito eletrônico que controla a bomba de combustível.
Repórter: Mas você está usando a minha placa ou a sua placa?
Cléber: Não, eu não uso a sua placa. A gente tira aquela placa e põe outra.
Daqui a pouco você vai ver como ela é adulterada.
Repórter: Você faz a manutenção disso?
Cléber: Isso. Aí nós vamos acertar um mínimo por mês. Um xis lá por mês. Para eu cuidar pra você, te avisar. Cuidado, vai lá, vem cá, entendeu?
Na despedida, Cléber já está à vontade.
Golpe de ‘alto escalão’
Cléber: Você está em Curitiba, no Centro de Curitiba, olha o tamanho do posto. Agora você coloca o “bororó” para rodar. Em três meses, está pago. O resto da sua vida, você vai ganhar dinheiro.
Repórter: Qual a chance de dar errado?
Cléber: Nenhuma. Nenhuma. Zero. Pode mandar matar eu!
Cléber afirma que tem acesso a informações sobre a fiscalização em Curitiba.
Repórter: A sua assessoria vai até aonde?
Cléber: Até no alto escalão. Que avisa a gente quando está passando, quando não tá passando. Entendeu?
Repórter: Não tem chance de dar errado. O cara tirar umas férias.
Cléber: Sempre tem de estar um com o “negócio”.
O “negócio” a que ele se refere é o controle remoto, que pode ficar num bolso. Com um toque, o fraudador arma e desarma o esquema, na hora que quiser.
Cléber: O cara tem de estar plantado aqui. Se chega o “tiozinho” que fala “ah, não deu…”, vamos lá aferir. Vai dar certo.
“Tiozinho” é como o consumidor, que fica de bobo na história, é tratado por Cléber Salazar.
Cléber: Negoção da China, parabéns.

Outro lado
Depois dessa gravação, Cléber foi procurado para uma entrevista.
André Luiz Azevedo: O senhor desconhece que os postos que o senhor atende fornecem menos combustível do que o que marca na bomba?
Cléber: Com certeza. Absurdo. Nunca vi isso aí.
André Luiz Azevedo: É porque é uma denúncia e eu estou querendo conversar com o senhor. O senhor me retorna em quanto tempo?
Cléber: Daqui a uns dez minutos eu já falo contigo aí.
O prazo não foi cumprido. Até que Cléber finalmente marca o encontro. Ele não sabe que toda a oferta da placa fraudadora foi filmada, nem que comprovamos o golpe em postos onde ele trabalha.
André Luiz Azevedo: O senhor é credenciado no Inmetro, no Ipem? O senhor pode mexer nas bombas livremente?
Cléber: Eu tenho o certificado do Inmetro, que está aqui, válido até abril de 2012. Eu tenho autorização pra mexer nas bombas, qualquer tipo de bomba.
André Luiz Azevedo: Nós viemos a Curitiba, porque nós recebemos uma denúncia que o senhor vende uma placa que é colocada na bomba e, com essa placa, há uma fraude na hora de abastecer o carro do consumidor. O senhor não vende essa placa fraudadora?
Cléber: Absurdo isso aí, absurdo.
André Luiz Azevedo: Essa denúncia de que o senhor vende uma placa que frauda a bomba de combustível, o senhor nega isso?
Cléber: Eu nego, é um absurdo.
André Luiz Azevedo: o senhor fornece atendimento pra quantos postos aqui na região.
Cléber: São vários postos.
André Luiz Azevedo: Quantos?
Cléber: Em torno de uns 30, 40 postos aí.

40 Comentários

  1. Luis Carlos Break Responder

    O que se pode constatar da reportagem que tem postos do Governo Federal como os postos BR Petrobras que também fazem da fraude uma maneira de enganar-nos os brasileiros consumidores. Cadê a competência do Governo Dilma para coibir as fraudes e garantir ao brasileiro de bem um serviço honesto por parte das redes de postos de combustível diga se brasileiro com valor aumentando ou quase nunca diminuído de acordo com o dólar que é uma moeda de pais do qual não somos moradores. Ei presidenta Dilma e Gleisi Hoffmann Secretaria Chefe da Casa Civil esta na hora de parar de fazer a política do abafa e mostrar ao povo brasileiro pra que foram eleitas. Vergonha na cara seria um bom começo. Lembro também de que o órgão INMETRO que é do Governo Federal deu o certificado de bandido é o que podemos dizer.

  2. VAGABUNDO,NO MÍNIMO 20 ANOS DE CANA,PRA ELE E PRO DONO DO POSTO QUE É CUMPLICE.FABIO SERIA INTERESSANTE QUE DIVULGASSEM A RELAÇÃO DOS POSTOS COM ESSA PLACA ADULTERADORA.

  3. -E daí??? Tudo documentado, filmado, gravado com imagens reveladoras, conversas gravadas, conhecem-se as pessoas que fazem parte deste esquema…mas o que vai acontecer??? Absolutamente nada, porque no Brasil impera a impunidade!!!
    -Duvido que haja no Brasil mais do que 50% de postos que vendam a gasolina conforme determina a lei e do jeito que deixaram as refinarias….duvido!!!!
    -Falam em corporativismo médico, mas este não é nada do que a máfia dos combustíveis….

  4. Como é que o Beto Richa explica terem sido avisados várias vezes sobre isso e nunca tomarem nenhuma providência?

  5. Diversos consumidores denunciarão ao Ipem, sobre as fraudes nas bombas de combustíveis já no inicio do ano passado, mas misteriosamente , o Ipem não tomou providência alguma, os donos de postos são avisados quando irão ocorrer as fiscalizações, por isso eles não encontrão nada de errado, somente após ficarem sabendo que a reportagem do Fantástico iria para o ar, começaram a fiscalizar, e coincidentemente nada encontraram de irregular, pois já estava tudo “àcertado”, com o Ipem. Autoridades , MPF, MPE, Policia Federal, investigação já , o povo não pode ser roubado por estes malandros. Justiça neles.

  6. Quem identificar os postos que apareceram na reportagem, favor postar nome do posto e endereço.

  7. O pessoal do IPEM, INMETRO, FISCO, POLICIA e o CSQC já sabiam dessa tramoia a tempos. Pergunte para eles.

  8. Abastecia no posto que esse pilantra adulterava as centrais elétricas de cada bico, é o posto JOKKEY na Victor Ferreira do Amaral. Juro pra vcs que hoje, se não fosse minha mulher me fazer desistir da idéia, ia abastecer pelo menos uns 10 a 15 litros neste posto e e zarpa fora, cantando pneu e metendo a espora no animal. Pega o que eh meu na marra !!!!

    Cara que vontade de quebra aquela espelunca !!! Pelo menos o jornalismo investigativo novamente entra em ação como salvador da pátria, pois a fiscalização sequer teria métodos eficazes para descobrir ou provar a fraude.

  9. Este PILANTRA VAGAAAAAAAAABUNDO tem que acordar com a boca cheia de formiga… tomara que tenha macho em Curitiba pra acabar com um malandro que DEBOCHOU DO POVO, rindo em rede nacional, do sacrificiio de tantos brasileiros que pagam caro o combustivel nosso de cada dia, que ja e um DOS PIORES DO MUNDO, E MAIS CAROS TAMBEM.

  10. DETALHE: a população PRECISA SABER a lista de postos que estão CONIVENTES COM O CRIME PRATICADO PELO CITADO CIDADÃO!
    A reportagem mostra que o “empresario” que comprava esta placa fraudada TINHA PLENA CONSCIENCIA DO QUE FAZIA E TINHA A CLARA INTENÇÃO DE LESAR O CONSUMIDOR.

    CADE A LISTA DE POSTOS DOS BANDIDOS DESSA QUADRILHA!?

  11. Que Governo é este que até agora nada fez, qdo vai começar a trabalhar e mudar o Secretariado, vai esperar as denuncias para muda um Secretario ou um Diretor.

  12. Na ‘CAPITAL DA FRAUDE”, não vai acontecer nada! Aqui o roubo é praticado pelo colarino branco, por isso…

  13. sergio silvestre Responder

    Curitiba como experimento para muitas coisas,está virando experimento para muita malandragem.
    Vi da boca de um vereador interiorano que curitiba é a cidade
    que existe o maior numero de escritórios que intermedia verbas publicas do brasil,é gato prá não acabar nunca.
    Salvem se quem puder!

  14. maria fuxiqueira curitibana Responder

    bom aqui na curita nada mais me abala é a terra da picaretagem ,aqui gente honesta so se f………….

  15. S Y N F R O N I O. Responder

    Já observei, que abastecendo o meu carro flex, com gasolino ou alcool, o consumo é o mesmo, achei até que era falha mecanica, agora sei que estou
    comprando gato por lebre.

  16. Doutor Prolegômeno Responder

    Sem dar nome aos bois e aos postos safardanas, a reportagem não serve para nada, apenas para frustrar o consumidor e dar ibope. Será que é medo ou falta de certeza da reportagem.

  17. Maria V. Santos Responder

    Por favor divulguem os nomes dos postos e os locais onde estão instalados, um eu sei que fica em PinhaisPR

  18. E o tal Cleber, agia sozinho ? Lógico que não.
    Tem técnico (e de alto nível) em automção metido nessa sugeira. Só que a essas horas já caiu na braquiaria.

  19. VLemainski -Cascavel-PR Responder

    O diabo ensina fazer a panela. Já a tampa….
    Muita gente deve ter gastado dinheiro em oficina para regular o carro pois consumia muuuuuito…

  20. Precisou vir a imprensa la de São Paulo/Rio mostrar o que esta aqui nas barbas da impensa paranaense….que vergonha dona RPC!!!Só ficam o ano inteiro com as mesmas pautinhas,Radar,Buraco em rua,calçada,pedágio e litoral…Hoje toda a imprensa deveria pagar direitos autorais a rede globo que mudou a pauta de vcs pelo menos esta semana!!!

  21. luiz carlos da silva Responder

    por isso que eu coloquei 25,00 de combustivel e era costumado de andar x km e fiquei na rua sem combustivel.ta explicado. cadeia neles.

  22. PRECISOU DO FANTASTICO INVESTIGAR, QUE VERGONHA, ISTO É OBRIGAÇÃO DOS ÓRGÃOS COMPETENTES DO GOVERNO. OU SÃO OMISSOS, OU ALGUÉM ESTÁ LEVANDO UNS.

  23. E os ladrões da assembléia, se em um ano o rossoni devloveu 90 milhões, dá para se ter idéia de quanto os ex roubavam….GAECO neles….ou são amigos impuníveis do MP

  24. Um dos postos é o posto Jokey na Vitor Ferreira do Amaral, próximo à Unibrasil.

    O outro posto é o Arrancadão em Pinhais, na esquina da Av Ayrton Senna com 24 de Maio, em frente ao autódromo internacional.

    Agora por favor né… vamos separar as coisas… nada a ver botar Lula, Dilma, Gleisi e Beto no mesmo saco por causa dessa denúncia… a coisa é muito bem orquestrada e não foi e não será nada fácil provar o delito…

  25. INFELIZMENTE ISSO E MUITO MAIS E A PROVA QUE O DINHEIRO FALA MAIS ALTO DENTRO DE MALDITOS LIXOS IGUAL ESSE CARA DAS PLACAS ADULTERADAS.FELIZ SAO OS ANIMAIS IRRACIONAIS QUE NAO CONHECEM O MALDITO DINHEIRO,OU NAO PORQ O SER HUMANO DESTROI TUDO QUE DEUS CRIOU!!!!!!E O FIM DO MUNDO MESMO.

  26. antonio claret machado Responder

    TA louco pensei que era só a assembrea legislativa de curitiba que tinha golpe?

  27. este safado chamado Cleber teria que ser morto e não preso para ficar dando prejuizo ao estado e nós contribuintes…

  28. salete cesconeto de arruda Responder

    O Paraná é FANTÁSTICO!
    A globo perdeu seu porta voz e agora volta e investir na imprensa investigativa – BOA – local. Salve o pouco cérebro que ainda resta na central da vênus desbotada! Que venham outras matérias sobre os quase todos jovens, todos pobres, quase todos negros… assassinados nos tais confrontos…. o que é uma vergonha para a polícia boa pois é só ler jornais e blogs para ver que os chefes sempre escapam.
    O que passa no nosso querido estado?
    Não é daqui o deputado que prendeu o Beira Mar?
    Não é Curitiba que tem uma Delegacia para o tráfico?
    Sei.
    UPP sem exército…
    Mas barbaridade…
    Desde quando isso dá certo?
    Se a PMC sequer consegue exigir docas fechadas com tratamento contra barulho – em zona residencial – vai conseguir acabar com o tráfico?
    Nem é o tráfico a principal praga. Praga mesmo no Paraná é ver a maioria dos políticos babando em fila até o Palácio. Feito boi na canga. Implorando grana. Como se dinheiro fosse mais importante do que a DIGNIDADE E O TRABALHO HONESTO!
    Com a palavra os puxa saco que estragam qualquer governo!

  29. SUGESTÃO: protesto nos postos ladrões, levar a noto fiscal e pedir a diferença, mas muitos carros motos e caminhões ao mesmo tempo, mas com a nota fiscal na mão e calculado ja o que devem nos devolver!!!!! Ja pensou 40 a 50 veiculos ao mesmo tempo num posto, querendo o combustivel que falta???? pensen nisso vamos protetar, o “Tiozinho” como disse o larapio na reportagem!!!!!

  30. Rodrigo Monteiro Responder

    Parabéns, reportagem ótima…faz tempo que percebia o esquema mas iríamos reclamar pra quem???? Como poderíamos provar??? Exemplo, meu carro possui um tanque com 45l mais reserva…e quando ia abastecer antes de chegar a reserva entrava 53/54l…é um absurdo.
    Gostaria que divulguem os endereços e nomes dos postos envolvidos…assim poderíamos entrar com uma ação judicial e ninguém mais abasteceria lá…NOS AJUDEM a combater …já não foi esse o motivo da reportegem…deem continuidade…Grato!!!

Comente