Uncategorized

A farsa-tarefa de Dilma, por Celso Arnaldo

Coluna do Augusto Nunes

Celso Arnaldo Araújo

São seis os cavaleiros do pós-apocalipse que aparecem na foto que deveria figurar em qualquer dicionário universal junto à palavra Cinismo. Cinco envergam ternos circunspectos, um ostenta farda verde oliva; quatro estão de cabeça baixa, fingindo assumir a vergonha que não têm; um tem o olhar perdido no infinito a dois metros de distância, mas no fundo exulta: meia hora antes, salvara o empregão; o último, o de bigode em forma de símbolo do Batman, aparentemente balbucia alguma promessa morta no berço por sua incompetência científica e tecnológica. Sem ter como inovar ─ terceira missão de sua pasta – repete o anúncio feito por algum outro mentiroso exato um ano atrás, diante da devastação da região serrana pelas chuvas do verão de 2011: “Vamos fazer um mapeamento in loco para identificar as áreas mais vulneráveis e ajudar a Defesa Civil na remoção das famílias”.

A sétima figura da encenação galhofeira, única mulher presente a essa imagem da farsa como método de governo, é também o único membro do sinistro septeto a desfilar um olhar desafiador, de quem está à cavaleiro da situação – na qualidade de ministra da Casa Civil e gestora de mais um embuste inventado por Dilma, já saboreia a possibilidade de fazer cobranças imaginárias bem longe dos cenários da tragédia de 2012, ela e a chefa fingindo que é dor a dor que deveras nunca sentiram.

Há poucos minutos, no Blog do Planalto, a imagem revoltante ganhou um título arrasador, na acepção mais destrutiva da palavra:

“Governo cria força-tarefa para atuar nas áreas atingidas pelas chuvas”

Já no olho da matéria, começa a fantasia tonitruante, cheia de pompa e circunstância: “O governo federal vai criar uma força-tarefa, composta por 35 geólogos e 15 hidrólogos, para atuar nas áreas de risco dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo, afetados pelas chuvas. A decisão foi tomada hoje (9) pela presidenta Dilma Rousseff em reunião com seis ministros no Palácio do Planalto. A força-tarefa vai trabalhar na identificação das áreas sujeitas a deslizamentos e inundações, de onde as famílias devem ser removidas pela Defesa Civil”.

E sabem da maior?

“Evitar mortes é nossa prioridade número um”, disse a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, em entrevista coletiva após a reunião com a presidente”.

A seguir, todos os homens de preto e o de verde oliva também falaram, sequencialmente, bem roteirizados pelas respectivas assessorias, numa espécie de jogral da fraude.

Para evitar as mortes que já ocorreram no ano passado e neste, incluindo a morte civil de quem perdeu tudo na vida, a presidenta que não chove no molhado também determinou que “os centros de operação e monitoramento permaneçam nos estados até fim de março para atuar nas ações de prevenção e reconstrução das cidades mais afetadas pelas chuvas”. O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aloizio Mercadante, informou em primeira mão – pelo menos para quem não viu os boletins de 15 dias atrás — que o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemanden) prevê fortes chuvas na região serrana do Rio de Janeiro, em Belo Horizonte e Ouro Preto. Por essas e outras é que ele conta os dias de ir para a Educação.

Já o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, revelou que mais 800 quilos de medicamentos serão enviados para as áreas mais atingidas, “somando 12,8 toneladas o total já encaminhado pelo governo”, por decisão pessoal de Dilma assim que voltou das férias, numa estranha ênfase na abordagem epidêmica de uma inundação.

Por fim, segundo o Blog do Planalto, o ministro que hoje salvou o empregão, Fernando Bezerra Coelho, transmitiu, em nome da gerentona Dilma, solidariedade às famílias das vítimas do deslizamento na cidade de Sapucaia, no norte do Rio de Janeiro – a mais recente tragédia que o governo vai prevenir. E afirmou, sem ficar vermelho e sem rir:

“Vamos envidar esforços para resgatar as vítimas e oferecer apoio aos familiares.”

Ele já o ofereceu ao irmão burocrata, ao filho deputado e ao correligionário proprietário do terreno em Petrolina comprado e pago duas vezes.

Todo brasileiro que ainda não se afogou nesse mar de lama, de corrupção, de inépcia, da pior forma de cinismo que existe, o cinismo que mata, deve olhar compenetradamente para cada um dos descarados da foto e anunciar em alto e bom som:

EU SEI O QUE VOCÊS FIZERAM NO VERÃO PASSADO.

24 Comentários

  1. sergio silvestre Responder

    Hoje ficam circunspectos,tristonhos,em face as calamidades.
    No governo anterior,se esborrachavam de rir,reuniões para destino
    de moradores de encostas e beiras de rio eram regados com
    canapes e vinhos bons,né seu nunes e seu araujo.
    Desastres naturais que só acontecem no brasil,né seu araujo,
    o resto do mundo o governo fica de bituca,cuidando para que morros não despencam,que cidades não se alagam.
    Como em new orleans,né seu araujo,là o governo estava em cima da hora da hecatombe.
    Vá caçar o caminhão que caiu cara.

  2. Celso Arnaldo Araújo meus parabéns. Falou dos sentimentos daqueles que não aguentam mais tantos desmandos e roubalheira é prá deixar qualquer um com um pouco de inteligência de saco cheio. Como nos tornamos um povo tão banana ???? Os estados vitimas de enchentes aqui no sudeste e a grana sendo carreada ao belo estado de Pernambuco. Parentes as pencas sendo empregados as custas do tão suado dinheiro dos trabalhadores. Licitações fraudulentas vencidas por apaniguados de poderosos. Até quando meu deus ???? O Sudeste se acabando em água e a bonita da Presidanta tirando férias em instalações públicas com uma renca de puxa sacos que não tem nada a ver com o governo a não ser fato de serem parentes ou ex-marido. Até quando vamos ver esta esculhambação e ficarmos quietos ???? Acho que já chegou.

  3. Com os alopra-clepto-técnicos incrustados no governo Dilma não governará um centímetro.

    Mas parece que Dilma está muito à vontade, não existe crise, não existem preocupações maiores, vamos empulhando.

    E a sociedade aceita tudo isso tranauilamente …

  4. CAÇADOR DE PETISTAS Responder

    PARABÉNS pela matéria.
    O povo precisa úrgentemente saber a verdade sobre a MENSALARIA PETISTA.

    PT, O CÂNCER DO BRASIL.

  5. Augusto Nunes, parabéns pelo seu comentário, é isso mesmo. Não sei como essa turma tem a coragem de chegar em casa e olhar na cara dos seus filhos. Acorda povo brasileiro.

  6. CONCORDO INTEGRALMENTE COM O COMENTÁRIO E ACRESCENTO, “estão pensando em quanto poderão desviar para seus bolsos, do recurso a ser destinado”. COISAS DO pt “partido do trambique”.

  7. salete cesconeto de arruda Responder

    Quando Santa Catarina afundou nas chuvas pela primeira vez eu tinha apenas 5 anos de idade.
    Engraçado que naquele tempo ninguém cobrava de Brasília solução para as enchentes pois nossos pais sabiam que havia um prefeito, vereadores e cidadãos em nossos municípios.
    Cobravam primeiro de quem estava mais perto.
    Dilma não é Deus!
    E seus ministros – evidente – que não são santos.
    Os santos estão por aí escrevendo e comentando todos os dias não é verdade Fábio?
    Toda vez que sei de mais um Rio escondido debaixo de um prédio em Curitiba eu grito: COMO FIZERAM ISSO?!
    Quem morava em Curitiba e quem a governava enquanto o povo da cidade e seus governantes e demais autoridades sufocavam os rios e os matavam sem dó nem piedade.
    Que venha a revolta!
    Estão ruindo uma rua no Batel – sabiam?
    Mas ninguém comenta.
    E se eu contar onde – vão querer me matar – afinal ali é o coração da nata da sociedade que pensa que um dia vai fechar o bairro com MURALHAS contra a massa enfurecida. Massa composta por todos nós que comentamos por aqui e só recebemos o lado ruim do que é colocado na redoma de vidro onde moram as ‘otoridades”
    Felizmente – Fábio: ELES PASSARÃO!
    Nós? PASSARINHO!
    Como disse o poeta.

  8. Salete, você sonha, com certeza, receber no Palácio do Planalto, a comenda de Paladino da moral e da descencia desta quadrilha que aí está, o PT. O pior cego é aquele que não quer enxergar.

  9. A Salete Cesconeto vem lá de Santa Catarina que era tão bão falar abobrinha por aqui. Ora se lá é melhor que fazes por estes lados????

  10. Pelo jeito tem gente que não sabe ler, ou lê e não entende. Este ministério da comapnheira, salvo raríssimas exceções, que cabem nos dedos de uma mão , se tanto, é composto de nulidades do náipe das citadas. E não adiantam virem com estas estórias de que em 1900 e antigamente os tucanos fizeram isto e aquilo. Como os mais simples costumam dizer por aí, quem vive de passado é museu.E de nada serve culpar os tucanos ou os pré-tucanos pelos males de hoje, porque quem manda é que tem a responsabilidade de resolver os problemas, Ficar falando que o FHC, este ou aquele não fizeram a lição de casa, é muito fácil. A verdade é uma só, este ministério da companheira só sabe discursar e mais nada. ACarlos

  11. sergio silvestre Responder

    .
    Cuidado salete,a ku kus klan está se juntando ai em cima,
    vão te deportar para santa catarina.

  12. salete cesconeto de arruda Responder

    Rsrsrsrsrsrsrsrrsrs…
    Muito engraçado os comentários agressivos ou bobinhos…
    Que dó!
    Que dó!

  13. Parabéns Tony, belo comentário. Tem gente que tenta defender os seus, acusando os de outrora. Ora, vamos criar vergonha na cara, o PT está a quase dez longo anos no poder, não fez nada, a não ser assumir um governo com a moeda estabilizadada. Vamos parar de ficar piuxando o saco, né dona Salete. Q!uando faz certo aplaudiremos, quando forem omissos, acusaremos, independente de partido, ou sexo, ou as mulher são todas santas?
    Se em dez anos não fizeram quase nada, porque acusar quem já passou, vão trabalhar cambada, não adianta querer votos só na base de assitêncialísmo.

    Nunca se ouviu, ou se viu tanta roubalheira, quantos ministros já foram afastados, e quantos ainda serão?…deixemos de ser hipócritas, pois tem genteaí em cima querendo biliscar um carquinho, pelo menos é o que parece, né Salete?
    Um bom governo independe de partido, tem somente que trabalhar m prol do povo, parece que está difícil, a maioria só quer tirar vanmtagem.

  14. Esse Augusto Nunes faz parte do mensalão tucano do governo paulista para a imprensa reacionária. Pena é ver o Campana dando espaço para esse velhaco aqui no blog, que lástima.

  15. Eis as provas do autêntico “mensalão” pago pelo tucanato ao Grupo Abril.
    A liberação dos recursos ficou gravada no histórico do Diário Oficial do Estado:

    ■ DO (Diário Oficial do Estado de São Paulo) de 23 de outubro de 2007. Fundação Victor Civita. Assinatura da revista Nova Escola, destinada às escolas da rede estadual. Prazo: 300 dias. Valor: R$ 408.600,00. Data da assinatura: 27/09/2007. No seu despacho, a diretora de projetos especial da secretaria declara ‘inexigível licitação, pois se trata de renovação de 18.160 assinaturas da revista Nova Escola’.

    ■ DO de 29 de março de 2008. Editora Abril. Aquisição de 6.000 assinaturas da revista Recreio. Prazo: 365 dias. Valor: R$ 2.142.000,00. Data da assinatura: 14/03/2008.

    ■ DO de 23 de abril de 2008. Editora Abril. Aquisição de 415.000 exemplares do Guia do Estudante. Prazo: 30 dias. Valor: R$ 2.437.918,00. Data da assinatura: 15/04/2008.

    ■ DO de 12 de agosto de 2008. Editora Abril. Aquisição de 5.155 assinaturas da revista Recreio. Prazo: 365 dias. Valor: R$ 1.840.335,00. Data da assinatura: 23/07/2008.

    ■ DO de 22 de outubro de 2008. Editora Abril. Impressão, manuseio e acabamento de 2 edições do Guia do Estudante. Prazo: 45 dias. Valor: R$ 4.363.425,00. Data da assinatura: 08/09/2008.

    ■ DO de 25 de outubro de 2008. Fundação Victor Civita. Aquisição de 220.000 assinaturas da revista Nova Escola. Prazo: 300 dias. Valor: R$ 3.740.000,00. Data da assinatura: 01/10/2008.

    ■ DO de 11 de fevereiro de 2009. Editora Abril. Aquisição de 430.000 exemplares do Guia do Estudante. Prazo: 45 dias. Valor: R$ 2.498.838,00. Data da assinatura: 05/02/2009.

    ■ DO de 17 de abril de 2009. Editora Abril. Aquisição de 25.702 assinaturas da revista Recreio. Prazo: 608 dias. Valor: R$ 12.963.060,72. Data da assinatura: 09/04/2009.

    ■ DO de 20 de maio de 2009. Editora Abril. Aquisição de 5.449 assinaturas da revista Veja. Prazo: 364 dias. Valor: R$ 1.167.175,80. Data da assinatura: 18/05/2009.

    ■ DO de 16 de junho de 2009. Editora Abril. Aquisição de 540.000 exemplares do Guia do Estudante e de 25.000 exemplares da publicação Atualidades – Revista do Professor. Prazo: 45 dias. Valor: R$ 3.143.120,00. Data da assinatura: 10/06/2009.

    Negócio milionário

    Somente com as aquisições de quatro publicações “pedagógicas” e mais as assinaturas de Veja, o governo tucano de José Serra transferiu, dos cofres públicos para as contas do Grupo Civita, R$ 34.704.472,52 ao longo de um ano. O Ministério Público Estadual já acolheu representação do deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) e abriu o inquérito civil para apurar irregularidades no contrato firmado entre o governo paulista e a Editora Abril na compra de 220 mil assinaturas da revista Nova Escola.
    A compra das assinaturas representa cerca de 25% da tiragem declarada da revista Nova Escola e injetou R$ 3,7 milhões aos cofres do empresário Victor Civita. Mas este não é o único caso de privilégio ao Grupo Abril. O tucano Serra também apresentou proposta curricular que obriga a inclusão no ensino médio de aulas baseadas nas edições encalhadas do Guia do Estudante, outra publicação do grupo.

  16. É Salete, pelo jeito voce não tem como defender a estrela bandida cadente e sua trupe de ladrões ordinários.É mais fácil ficar falando do “GRANDE” livro sobre a privatização tucana. É mais fácil tapar o sol com a peneira, e é muito mais fácil achar que seus deuses tudo podem, pois no passado outros tambem fizeram.
    Que dó!
    Que dó!

  17. Salete… Vai morar em Brasília, lá quem governa é o PT, afinal Sant Catarina e Paraná não estão bem administradas….

  18. Ex eleitora do Fruet Responder

    Salete não está nada bem.

    É uma coitada

    Imagino por quais motivos.

    kkkkkkkkkk

  19. O PSDB fez muita coisa, levou o Brasil de sétima economia mundial para a décima-quarta posição, fez m…

Comente