Uncategorized

Ao menos 46 brasileiros estavam em navio na Itália, diz empresa de cruzeiro

Da Agência Efe, em Roma, na Folha

Ao menos 46 brasileiros estavam a bordo do navio que naufragou nas águas da ilha italiana de Giglio na sexta-feira à noite, informou neste sábado a companhia dona da embarcação, a Costa Cruzeiros.

O Costa Concordia se dirigia ao porto de Savona, no norte da Itália.

Oficialmente, o ministério brasileiro não informou quantos brasileiros estavam no navio Costa Concordia. O Consulado do Brasil em Roma está acompanhando o resgate por parte das autoridades costeiras italianas, mas não atua diretamente.

Brasileiros que buscam informações sobre sobreviventes ou vítimas podem procurar o consulado na capital italiana ou informações no site do Itamaraty.

A embarcação tinha cerca de 4.200 passageiros a bordo e, segundo a imprensa italiana, começou a afundar após encalhar em um banco de areia.

A empresa do navio destacou que “até o momento não é possível definir as causas do problema”.

O arquipélago onde está situada a Ilha de Giglio fica a cerca de 80 km de distância de Roma. Segundo relatos da imprensa europeia, após o encalhe da embarcação pequenas barcos tentaram a ajudar no resgate dos passageiros e tripulantes.

Segundo a imprensa europeia, o número de desaparecidos é de pelo menos 50 pessoas.

A Guarda Costeira chegou a informar que “os passageiros não corriam perigo” e eram retirados em botes salva-vidas do navio Costa Concordia. Porém, ao retirar os últimos membros da tripulação uma fenda se abriu, causando vazamentos internos.

De acordo com o site do Costa Concordia, a embarcação “é o maior e mais imponente navio de toda a frota Costa com 112 mil toneladas, mais de 500 varandas privativas nas 1.500 cabines”.

1 Comentário

  1. Como que esse cara chegou a fazer essa lambança toda! Será que terá a punição necessária?

Comente