Uncategorized

Beto Richa autoriza R$ 71 milhões para compra de medicamentos

O governador Beto Richa homologou nesta semana dez licitações para registro de preços de medicamentos, no valor de R$ 71.226.557. O valor será utilizado para abastecer os hospitais da rede estadual com medicamentos para tratamento de pessoas com diabetes, esquizofrenia, mal de Alzheimer, entre outras 80 patologias.

As licitações resultaram em um desconto médio de 23% nos custos previstos para os medicamentos. Os produtos serão adquiridos de acordo com a necessidade de renovação dos estoques.

Segundo a diretora de assistência farmacêutica da Secretaria da Saúde, Deise Pontarolli, o sistema de registro de preços garante agilidade e economia. “O governo tem a preocupação de que não faltem medicamentos para os usuários. Com essa licitação, temos autorização para adquirir os itens necessários num período de 12 meses”, afirmou.

REDE – Além de garantir a regularidade dos estoques de medicamentos dos hospitais estaduais, o governo está investindo na reestruturação da rede de distribuição de medicamentos especializados. A primeira unidade do programa Farmácia do Paraná foi inaugurada em Guarapuava. As unidades serão implantadas nas 22 regionais de saúde do Estado, como parte de um programa que, além da estruturação da área física das farmácias, inclui medidas voltadas para a qualificação e custeio da assistência farmacêutica.

A rede de Farmácias do Paraná visa atender aos pacientes do chamado componente especializado, de responsabilidade do Governo do Estado. São medicamentos para transplantados e portadores de doenças, como hepatite, Alzheimer, Parkinson, asma grave e esclerose múltipla, entre outras, hoje fornecidos pelas chamadas farmácias especiais, que não oferecem condições adequadas de atendimento.

O governo do Estado também já contratou 87 farmacêuticos e bioquímicos para atuar na assistência farmacêutica estadual e nas unidades do Estado.

2 Comentários

  1. Tem óleo de peroba e brilhantina glostora? Se tiver é para o estoque do Betinho.

Comente