Uncategorized

PSDB e DEM se unem para derrubar vetos à emenda 29

Gustavo Uribe e Julia Duailibi, da Agência Estado

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse hoje que o PSDB irá contribuir com o DEM para pressionar o Congresso Nacional a derrubar os vetos da presidente Dilma Rousseff ao projeto que regulamentou os gastos com saúde. O principal veto é relativo a uma cláusula que previa investimentos públicos adicionais na área caso o Produto Interno Bruto (PIB) fosse revisado para cima.

“Nós faremos o esforço possível, sabendo das nossas limitações do ponto de vista quantitativo, mas vamos, do ponto de vista político, fazer esse embate”, garantiu Aécio, após participar de reunião, na capital paulista, com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. O líder do DEM na Câmara dos Deputados, ACM Neto, afirmou ontem (17) que a oposição irá pressionar o Congresso Nacional para derrubar os vetos da presidente.

O projeto, sancionado com quinze vetos, fixa os recursos mínimos que devem ser aplicados na área de saúde. O senador tucano avaliou os vetos da presidente como um “gravíssimo equívoco” e considerou que, com a decisão, o governo federal “virou as costas” para a questão da saúde. “Para se ter uma ideia, há dez anos, o governo federal participava com 58% do total dos recursos investidos em saúde. Hoje, não participa com 45%”, lembrou. “Eu falo muito de agenda perdida e essa, infelizmente, foi uma agenda perdida pelo governo federal “, frisou.

6 Comentários

  1. vilmar cordasso Responder

    confirmou-se a obrigatoriedade dos municípios gastarem 15% em saúde. (a maioria já gasta mais de 20%).Oficializou-se a obrigação dos Estados gastarem 15%.(isto é um grande avanço)
    Cadê a obrigação do GOV. FED. de gastar no mínimo 10%???
    Da forma que foi aprovada, a Emenda 29 será um desastre para a saúde, pois não temos como cobrar avanços, já que o GOV. FED. está se livrando da obrigação de gastar 10% e vai continuar com gastos de 6% a 7%, como está hoje. Deputados e senadores falharam feio, pois se não tivessem aprovado a Emenda, ao menos poderíamos continuar tentando…

  2. PSDB do Paraná (Beto) ainda não implantou a Emenda 29 que deveria ter sido implantada até 28 de abril de 2011 e valorizaria os Policiais e Bombeiros os quais estão prestes a entrar em greve caso o governo não regulamente a Emenda até 10 de fevereiro.

  3. Dilma virou as costas para a Saúde, com fez seu antecessor.
    O povo que se dane, o interessa é juntar dim dim para próxima eleição. Por isso cortou mais a verba da Saúde

  4. E depois acreditam no infame do luladrão e nas falácias da dilmentira, quando dizem que a saúde pública no Brasil é de 1º mundo.

  5. sergio silvestre Responder

    Hummm.. deram um café amargo pro aécio.
    Parece que começou,até por necessidade,fazer alongamento,já
    que parecia que dormia profundamente.
    Quem sabe resolve sair candidato a presidente e levar uns quarenta milhões de votos nas costas da Dilma.

Comente