Uncategorized

E continua a sujeira no governo Dilma

Do Noblat

Os principais personagens, cada um ao seu modo, confirmam o que Leandro Collon, repórter da Foha de S. Paulo, apurou e o jornal publica hoje.

Escreveu Leandro: “Integrantes da cúpula do PP discutiram no ano passado com uma empresa de informática sua participação num projeto milionário do Ministério das Cidades antes que fosse aberta licitação pública para sua contratação.

O assunto foi tratado em reuniões no apartamento funcional do deputado João Pizzolatti (SC), ex-líder do PP na Câmara e aliado do ministro Mário Negromonte, único representante do partido no primeiro escalão do governo.

O próprio ministro participou de um dos encontros. Eles permitiram que a empresa, a Poliedro Informática, fizesse contato com a equipe de Negromonte e discutisse o assunto com o governo antes de outros interessados.

Também estiveram nas reuniões o secretário-executivo do ministério e braço direito de Negromonte, Roberto Muniz, o lobista Mauro César dos Santos e o ex-deputado Pedro Corrêa, cassado por conta de seu envolvimento no escândalo do mensalão.

(…) O ministério quer contratar uma empresa para gerenciar suas redes de computadores e monitorar obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). O valor do contrato é estimado em R$ 12 milhões, mas o dono da Poliedro diz que ele pode alcançar R$ 60 milhões.”

Com a palavra, alguns dos personagens.

“Negromonte admite ter encontrado o dono da Poliedro pelo menos uma vez no apartamento de Pizzolatti, mas nega ter discutido com ele detalhes do projeto que despertou o interesse de Garcia.

O empresário confirmou que foi à casa do deputado para tratar do assunto. “Estive lá para apresentar um projeto técnico”, afirmou. “Eles [Corrêa e Pizzolatti] me disseram: ‘Vai lá no meu apartamento’. Eles não entendem de informática, mas entendem de gestão de governo.”

Pizzolatti e Corrêa disseram que não se lembram de suas conversas com Garcia.

“Foi uma conversa de apresentação”, afirmou o lobista Santos. “A gente passou lá para tomar um vinho como amigos (…) e coincidiu de o [Roberto] Muniz passar, assim como o Negromonte.”

E aí, presidente Dilma? Vai retomar a faxina ética?

Ou a faxina de fato foi enterrada quando a senhora fechou os olhos ao fato de o ministro Fernando Pimentel, seu amigo querido, ter recebido dinheiro como consultor sem ter prestado consultoria?

7 Comentários

  1. Pelo menos no Governo Federal os jornalistas fazem questão de mostrar! Agora aqui no Paraná e em Curitiba isto não existe…Valha-me Deus!!!

  2. Brado retumbante Responder

    Infelizmente a realidade é pior do que a ficção mostrada na série Brado Retumbante. Sinto-me envergonhado pelas escolhas equivocadas, que nós, brasileiros, fazemos.

  3. isso isso! quem vai querer comer um assado! ja teve galo, galeto, jaburu, gavião, galinhada, coelhada; MAS QUE PORCARIA ESSE TIPO DE ASSADO AINDA NÃO TINHAN-SE APRESENTADA AINDA! É, E APROVEITE ENQUANTO O URUBU ESTA ENTERRADO SÓ COM A CABEÇA DE FORA A ESCOLHER O QUAL PULEIRO CONTINUA BOM PARA ACONPANHAR COM UM VINHO DESPRENTENCIOSO COM MORAL DE AO URUBU COM VONTADE A QUE SE PASSAR ALGUMA CARNIÇA POR AQUI EU TRAÇO… I JÁ ERA GUSMÃOOO DEU DEIXA JA LAMBÍ OS DEDOS!!!! VISINHO…

  4. salete cesconeto de arruda Responder

    E como está a sujeira nos estados que não tem imprensa nacional sediada nas capitais?
    Debaixo dos tapetas persas?
    Ou no PLANETA DOS MACACOS?
    Faz sentido.

  5. É engraçado ver os comentários dos ignorantes. Justificam a corrupção de seus idolos desviando a atenção para outro lado.
    Não sou conivente com qualquer tipo de malandragem, venha de onde vier, mas é nojenta a defesa dos ignorantes.

  6. CAÇADOR DE PETISTAS Responder

    SALETE
    Sua imbecil Batelense, você quer mesmo calar a imprensa.
    Aliás, você não nega sua raça PETISTA.

  7. salete cesconeto de arruda Responder

    Caçador
    BOM FINAL DE SEMANA PARA VOCÊ TAMBÉM!
    E toda a sua família. Que estejam em PAZ e que todos sejam FELIZES.

Comente