Uncategorized

Fiscal do gasto alheio, ministra do TCU não se enxerga

Empurrada por Lula e pelo filho-governador Eduardo Campos, a ex-deputada Ana Arraes virou ministra do TCU faz cinco meses. Na nova função, ela fiscaliza os gastos alheios. Mas não se enxerga.

Como deputada, a mãe do governador pernambucano usufruía do privilégio de abrigar-se sob um teto funcional da Câmara. Alçada ao tribunal de contas, deveria ter devolvido o apartamento. Não se deu por achada.

Em 22 de novembro, a Câmara enviou à filha de Miguel Arraes uma notificação. A partir desse dia, passou a ser cobrada multa de R$ 100 para cada dia de ocupação irregular do imóvel. Ana Arraes pediu prorrogação de 30 dias.

O pedido não chegou a ser apreciado pela Câmara. Mas, seja como for, expirou em 22 de dezembro. E nada. A doutora continua ostentando a condição de hóspede ilegal de imóvel custeado pelas arcas do Tesouro.

Atualizada até este domingo (19), a multa imposta pela Câmara a Ana Arraes soma R$ 9 mil. Cai para R$ 5,9 mil se os ex-colegas, sempre generosos com o dinheiro dos outros, aceitarem a prorrogação de 30 dias requerida em novembro.

Diz-se que o socialista Eduardo Campos, filho amoroso, ficou abespinhado com a cobrança imposta à mãe. Curioso, muito curioso, curiosíssimo. Os Arraes já deveriam ter aprendido: quem tem calos não deveria se meter em apertos.

10 Comentários

  1. Num país de canalhas, povo algum tem direito de reclamar de quem elegeu. É uma questão de mérito.

  2. Uma ministra do tribunal de contas não pode ter um apê seu (própio ou alugado) em Brasilia ?

  3. Vigilante do Portão Responder

    CHEGA,

    Basta de indicações políticas para os Tribunais de Contas,

    TUDO POR CONCURSO,

    Cabidão de emprego.

    CHEGA!

    O Povo brasileiro vai acordar.

    O dinheiro desperdiçado nesses sinecuras, faz falta na Educação, na Saúde e na Segurança.

  4. O País está cheio de pessoas folgadas, egoístas e muito mais!! A justiça é conivente com os abusos, por isso nada acontece. Falta caráter pra esse povinho desempenhar seu papel na sociedade para qual foi eleito ou nomeado. Enquanto isso, os cofres do Governo, Estados e Municípios não tem porta, não tem controle. E o povão é que arca com prejuízos.

  5. No mundo dos mortais, todos trabalham, ganham seus salários e quem não tem residência própria, paga do seu suor o aluguel para morar. Num governo que pensa em cortar gastos, como o que Dilma anunciou, o mínimo que se pode fazer é cortar esta tal verba de moradia, pois estes hipócritas ganham muito bem para serem dependentes destes desvios legais. Vamos lavar a cara e parar de ajudar quem não precisa. Quem é candidato a deputado ou senador, tem de saber que o trabalho é junto a Brasília/DF, então que arquem com as despesas.

  6. Lester, o Rato Responder

    VERGONHA, PURA VERGONHA, QUE MORAL TEM ESTA SENHORA EM ANALISAR CONTAS DE QUEM QUER QUE SEJA.ESTE PAIS VIROU A CASA DA MAE JOANA, SAUDADES DOS MILITARES.

  7. Romão Miranda Vidal Responder

    Ela entende que foi beneficiada pelo programa:
    Meu apartamento funcional. Minha gente.
    Enquanto outros ainda estão no rítmo: Minha casa,Gente.

  8. A quadrilha petista, aquela mesma que antigamente dizia não roubar, e não deixar roubar, prima pela completa falta de respeito aos mais comezinhos padrões de probidade e decoro!
    O mais repugnante é que seus fanáticos seguidores, inocentes úteis e mal informados, tentam combater a vergonha, a sacanagem e o fedor advindos dessa imensa chaga, tentando deslustrar a performance política de adversários, como se um erro, compensasse o outro.
    Ôh raça!

Comente